Banqueiro retratado em “O Lobo de Wall Street” exige indenização de Martin Scorsese

Lobo

Sucesso de crítica e bilheteria, o longa O Lobo de Wall Street pode custar mais caro do que o previsto ao diretor Martin Scorsese. O banqueiro de investimentos Andrew Greene, que serviu de inspiração para o personagem de PJ Byrne no filme, entrou com uma ação por danos morais contra Scorsese e os estúdios Paramount, exigindo indenização no valor de 25 milhões de dólares (cerca de 60 milhões de reais).

Greene, que é ex-executivo da Stratton Oakmont, queixa-se de que o roteiro o retrata como “um criminoso louco e pervertido” e ainda por cima faz piada com sua calvície prematura. Nicky Koskoff (Byrne), papel baseado em Greene, é alvo de piadas de diversos personagens por usar peruca para esconder a queda de cabelo e também aparece fazendo negócios ilegais e fazendo sexo com prostitutas diante de seus colegas de trabalho, em pleno ambiente corporativo.

Além da indenização, Greene também quer proibir a exibição do filme nos cinemas.

O Lobo de Wall Street narra a história de Jordan Belfort (Leonardo DiCaprio), jovem que consegue sucesso e dinheiro como corretor de ações em Nova York, retratando sem meios-termos o estilo de vida de Belfort e seus colegas de trabalho, regado a muito luxo, sexo e drogas. O filme é um dos indicados ao Oscar 2014 de Melhor Longa-Metragem.

Matéria publicada pelo Portal Overtube em 20/02/2014 às 12h00 PM

Top
%d blogueiros gostam disto: