Final de “Dupla Identidade”: Edu é o assassino americano Brian

Dupla Identidade

Portal Overtube – Muita gente ficou com a pulga atrás da orelha na semana passada quando, no penúltimo episódio de Dupla Identidade, Elenice (Ana Barroso) foi visitar o filho Edu (Bruno Gagliasso) na prisão e surpreendentemente o chamou de Brian. O gancho, que causou surpresa e deu margem a várias especulações, tem uma resposta muito simples: Edu na verdade é o assassino americano Brian, que cometeu assassinatos em diversos países da América e depois veio ao Brasil com uma nova identidade para dar sequência à sua obsessão por matar.

A notícia deixará chocados a todos os personagens, inclusive à intrépida Vera (Luana Piovani), que jamais desconfiou que houvesse uma ligação entre os dois assassinos. Edu/Brian será julgado no Rio de Janeiro por todos os seus crimes e, no tribunal, surpreenderá mais uma vez ao insistir em fazer sua própria defesa – uma referência ao serial killer americano Ted Bundy, que foi citado várias vezes no decorrer da série e do qual o próprio Edu já se declarou admirador.

Mesmo impressionando os jurados com sua argumentação, o vilão não escapará do castigo: será condenado e deportado para os Estados Unidos, com a promessa de passar até seus últimos dias na prisão. A menos que, numa possível segunda temporada de Dupla Identidade, o psicopata consiga escapar e voltar à tona para fazer mais vítimas.

Embora tenha sido em outro momento confirmado por Glória Perez, o segundo ano de Dupla Identidade ainda não é uma certeza na Globo, que ainda estuda o caso. Uma das possibilidades é que a nova leva de episódios dessa série seja escrita por outro ator da casa e tenha por figura central um novo assassino ou mesmo assassina.

Top
%d blogueiros gostam disto: