“Chiquititas” é alongada e “Cúmplices de um Resgate” é adiada para agosto

Não será mais em julho quando Cúmplices de um Resgate entrará no ar no SBT. A emissora decidiu esticar Chiquititas até o mês de agosto e, com isso, adiou também o início de sua nova novela infantil. A informação é do jornalista Flávio Ricco.

Como as gravações de Chiquititas foram finalizadas em fevereiro, e a decisão de prolongar seu tempo no ar é recente, entende-se que o SBT vai diminuir o tempo de arte dos capítulos ou recorrer a flash-backs para aumentar a duração da história – tática já usada para esticar Carrossel em sua primeira exibição. Também já é certo que, assim como aconteceu na transição de Carrossel Chiquititas, os primeiros capítulos de Cúmplices de um Resgate dividirão espaço com os acontecimentos finais de Chiquititas durante duas semanas.

Seja como for, já se sabe que a atual versão de Chiquititas ultrapassará a marca dos 500 episódios e se firmará como a segunda telenovela mais longa da história da TV brasileira – a primeira é Redenção (Globo, 1966-1968), com 596 capítulos. A versão original da novela infantil, de mesmo nome e exibida pelo SBT entre 1997 e 2001, contou com 808 episódios, mas não detém esse título porque teve a transmissão interrompida em duas ocasiões, para que o elenco pudesse tirar férias.

Cúmplices de um Resgate narrará a saga de duas irmãs gêmeas, Isabela (Larissa Manoela) e Manuela (Larissa Manoela), que foram separadas ao nascer e se reencontram aos 12 anos de idade para viver uma grande aventura. A mãe adotiva de Isabela, Regina (Maria Pinna), sequestrará Manuela para obrigá-la a se passar por sua filha na banda CD1R e poder explorá-la comercialmente. Enquanto isso, a costureira Rebeca (Juliana Baroni), mãe biológica das duas, moverá céu e terra para reencontrá-las.

Top
%d blogueiros gostam disto: