Resumo Semanal: “Rei Davi” – 14/12/2015 a 25/12/2015

No capítulo 021, segunda-feira, 14 de dezembro
Itai forja um pingente com as letras do nome de Davi, formando a estrela. Abner e Paltiel estão mais afastados e dão a guerra como perdida. Aquis e os príncipes se dirigem ao acampamento de Saul. Davi é aclamado pelo povo ao retornar com as riquezas e prisioneiros. Ele e Bate-Seba trocam olhares à distância. Eliã vai até Laís e a distrai. Davi deixa seus homens e sai à procura de Bate-Seba. Ninguém percebe. Os dois conversam e se olham intensamente quando Urias chega, mas não percebe o clima. Davi descobre que Bate-Seba é esposa de Urias e fica arrasado. Abner dá a notícia sobre a morte de Saul e Jonatas. Ele avisa que os filisteus estão a caminho do acampamento. O comandante vai à procura de Rispa e Paltiel tenta achar Mical. Ainoã procura o ouro de Saul, mas não encontra. Ziba aparece, diz que o ouro de Saul agora é seu e mata Ainoã. Filisteus atacam o acampamento e Abner tenta tirar Rispa de lá o mais rápido possível. Soldados invadem a tenda de Merabe. Eles a prendem e matam Adriel. Tirsa corre com Mefibosete, que está exausto e não aguenta seguir. Ela o pega no colo quando Ziba passa a cavalo e diz para ela deixar o menino para trás. Tirsa diz que não fará isso e seu irmão vai embora. Davi gosta muito do símbolo criado por Itai. Ele manda Joabe distribuir os despojos da batalha com os amalequitas entre todos os homens, inclusive os que não lutaram. Davi procura saber notícias de Saul e Jonatas. Com o filho de Jonatas no colo, Tirsa foge de um filisteu. Ela tropeça e derruba a criança. O cavalo passa em cima das pernas de Mefibosete, que grita de dor. Eles se escondem antes que o soldado volte, fazendo de tudo para não serem ouvidos. O menino chora e desmaia de tanta dor. O soldado volta ao acampamento. Aitofel entrega a Davi a coroa e o bracelete de Saul. Ele conta que Jonatas e o rei estão mortos. Davi ordena que todos saiam de sua tenda. Ele cai de joelhos e chora. Ziba é roubado por egípcio e perde toda a riqueza que roubou.

No capítulo 022, terça-feira, 15 de dezembro
Aquis comemora a vitória sobre os hebreus com seus príncipes. Abner diz ao povo de Gibeá que Saul está morto por causa de Davi. Mical é a única que não apoia Abner. Ele diz que Esbaal deve ser o novo rei, mas o povo não se manifesta. Tirsa está sozinha com Mefibosete desacordado, sem água e comida. Ela pede a ajuda de Deus e chora desesperada. Davi deixa Ziclague com seus homens sem se despedir de Aquis. Abner apresenta Judite, uma bela moça, a Rispa como sua esposa. Ela sai desconcertada e Abner parece não ligar. Mical diz a Paltiel que nunca será dele. Abner diz a Rispa que seu casamento com Judite é uma aliança política. Rispa não acredita nele. Aquis se sente humilhado e traído ao saber que Davi deixou Ziclague sem avisá-lo. Abner discursa para a população defendendo que Esbaal assuma o trono. Davi chega e chama a atenção de todos. Aitofel afirma que Davi é o ungido de Deus e, por isso, deve ser o novo rei de Israel.

No capítulo 023, quarta-feira, 16 de dezembro
Davi surpreende todos e entrega a coroa de Saul para Esbaal. Mical corre até Davi e diz que ele precisa dela para reunir as tribos de Israel. Paltiel chega e segura pelo braço. Davi assente com a cabeça e sai. Sozinho com seus homens, ele pede que ninguém faça mal a Esbaal. Um ancião líder de Judá pede para conversar a sós com Davi. Bate-Seba toma coragem e diz a Urias que ele se afasta demais após as batalhas. Ele diz ser um guerreiro de Davi. O Ancião diz que não aceita a decisão de Abner e pede que Davi reine sobre a tribo de Judá. Ele aceita, humilde. Abner, Paltiel e Esbaal descobrem sobre Judá e ficam preocupados, pois essa é uma das tribos mais importantes. Mesmo contra a vontade de Davi, os reinos de Judá e Israel lutam entre si.

No capítulo 024, quinta-feira, 17 de dezembro
Davi agora tem nove esposas e Amnon, seu primeiro filho, nasce. Depois nascem Absalão e Tamar, filhos de Maaca. Com o tempo, o reino de Davi prospera enquanto a casa de Saul enfraquece. Esbaal não tem uma postura de rei e costuma beber muito nas festas. Os anciões começam a se revoltar e se retiram de uma festa em que Esbaal está bêbado demais. Alguns soldados também se revoltam e deixam a festa. Abner não se conforma e deixa o rei agarrando suas servas. Davi aumenta seu apoio entre as tribos de Israel. Urias e Aitofel conspiram para tentar tirar Esbaal do trono. Mefibosete pede esmola na rua e é roubado. Tirsa corre atrás do ladrão e para sua surpresa, é Ziba, que também se surpreende. A mando de Aitofel, Eliã vai conversar com Abner, que está irritado com sua presença. Ele tenta convencer Abner de que é mais interessante estar ao lado de Davi. Abner não admite, mas os argumentos de Eliã são fortes.

No capítulo 025, sexta-feira, 18 de dezembro
Mical tenta abrir os olhos de Esbaal sobre Abner e pede que ele ceda o trono a Davi. Ela conta sobre o caso do general com Rispa. Tirsa faz com que Ziba devolva o que roubou de Mefibosete. Ziba se surpreende quando descobre que o mendigo era o neto de Saul. Tirsa conta que prometeu cuidar do menino como se fosse seu. Ziba conclui que Tirsa tem usado sua beleza para sobreviver. Tirsa não nega e ele se oferece para marcar encontros com homens de posses. Esbaal flagra Abner com Rispa. Ele questiona Abner que explode e intimida Esbaal. Abner diz que Davi é o ungido de Deus e afirma que vai ajudá-lo. Paltiel insiste em se aproximar de Mical, que o rejeita. Um mensageiro diz a Davi que Abner aceita ajudá-lo e propõe uma aliança. Ele diz que só aceitará a aliança se devolverem sua esposa Mical. O general entende os planos de Davi, que só pediu a filha de Saul de volta por motivos políticos. Abner pede que dois de seus homens, Baaná e Recabe, matem o rei Esbaal. Tirsa se prostitui com a ajuda de Ziba. Mical fica satisfeita e Paltiel se convence de que não há nada que possa ser feito. Joabe não confia em Abner e afirma que poderá matá-lo se for necessário. Itai chega ferido ao acampamento de Davi. Mical também chega ao acampamento e cumprimenta Davi com um tapa no rosto.

No capítulo 026, segunda-feira, 21 de dezembro
Davi fica surpreso com o tapa de Mical e diz que ela não gostaria de viver como uma fugitiva. Além disso, ela se casou com outro homem. Mical sabe que é verdade, mas não cede. Ela sabe da sua importância por ser filha de Saul. Itai se recupera e conta a Davi que Aquis está se preparando para um ataque surpresa. Abner chega com uma comitiva de soldados ao acampamento de Davi. O general mente para Davi e diz que Esbaal concordou em ceder o trono. Feliz, Davi manda preparar um banquete para comemorar. Abigail e Maaca se apresentam a Mical, que disfarça o choque. Esbaal teme por sua vida ao saber que Abner e as tribos se aliaram a Davi. Ziba quer que Tirsa se livre de Mefibosete, caso contrário, ele não vai mais ajudá-la a conseguir clientes. Tirsa prefere que ele vá embora. Ziba se finge de aleijado para mendigar. Mical tem muito ciúmes das esposas e derruba propositalmente uma sopa quente em Maaca. Joabe, que acaba de voltar de uma batalha contra invasores, fica revoltado ao saber que Davi aceitou se unir a Abner. Joabe manda um mensageiro dizer a Abner que Davi o mandou voltar a Hebrom. Eliã e Urias escutam e concluem que Joabe está tramando pelas costas de Davi. Abner recebe o recado e volta. Mefibosete se sente um peso na vida de Tirsa. Davi fica preocupado com a volta de Abner. Joabe o intercepta. O soldado diz que Davi quer que o general entre na tenda onde estão os despojos de guerra e escolha o que quiser. Quando caminham em direção à tenda, Joabe o apunhala, matando-o.

No capítulo 027, terça-feira, 22 de dezembro
Davi fica furioso com Joabe e pede que Urias dê um sepultamento digno a Abner para que todos saibam que ele não participou do assassinato. Aitofel dá a notícia da morte de Abner. Esbaal não sabia da tal aliança e conclui que Abner o traiu. Rispa escuta sobre a morte de seu amado e fica arrasada. Paltiel diz que Abner teve o que merecia. Baaná e Recabe, homens de confiança de Abner, decidem seguir com o plano de matar Esbaal por Israel. Joabe deixa o acampamento convicto de que fez o certo, mas fica triste por ter agido sem a permissão de Davi. Rispa chora por Abner e conta a Judite, a viúva, que ele era seu grande amor. Em uma conversa com Davi, Mical defende Joabe. O hebreu está arrasado com a morte de Abner pelaespada de seu grande amigo. Baaná e Recabe matam Esbaal covardemente enquanto dorme. Davi descobre que Abner estava agindo por conta própria e que o rei não sabia da aliança. Nesse momento os soldados que mataram Esbaal entram com um saco contendo a cabeça de Esbaal. Davi fica chocado. Bate-Seba reclama da falta de atenção de Urias. Davi, inconformado com o ato de Baaná e Recabe, os condena a morte. Aitofel diz que apesar do sangue derramado, o rei de Israel é aquele escolhido por Deus. Davi não se orgulha de tais atos e sai em silêncio de sua tenda. Davi pergunta a Deus até quando seu caminho será triste. Ele lembra que certa vez o profeta Samuel lhe disse que tudo faz parte da sua preparação para reinar em Israel. Neste momento Natã aparece a sua frente. Ele explica que foi enviado por Deus para substituir Samuel. Davi volta com Natã para sua tenda. Ele fica surpreso ao ver o ancião líder de Judá. Natã se aproxima e coloca a coroa e o bracelete que foram de Saul e de Esbaal na cabeça e no braço de Davi, agora, rei de Israel.

No capítulo 028, quarta-feira, 23 de dezembro
Davi prepara um ataque a Jebus, cidade situada no alto do monte Sião, região estratégica para a unificação das tribos de Israel. Davi pretende dominá-la e promete dar o comando de seu exército ao primeiro homem que conseguir entrar na cidade. Sem saber, Joabe rende os soldados assim que Davi invade a cidade. Aitofel ri e os dois se abraçam felizes pelo reencontro. Davi declara Jebus como nova capital do reino de Israel e muda o nome para Jerusalém. Os jebuseus começam a fugir e Davi ordena que seus homens abaixem as armas. Ele diz que todos são homens livres e bem-vindos. Todos se surpreendem e os moradores ficam mais calmos. Urias e Eliã apresentam a nova casa em Jerusalém para Laís e Bate-Seba. Aquis está furioso por Davi ter se tornado o rei de Israel e não tê-lo matado quando pôde. Em pouco tempo, Davi transforma a cidade de Jerusalém no centro político e econômico de Israel, mas principalmente, em um local de adoração a Deus. Paltiel pede a Joabe para servir ao exército de Israel. A arca da Aliança entra em Jerusalém. O povo vibra e Davi dança em volta dela vestido somente com a estola sacerdotal. Mical observa com desprezo a festa do lado de fora. Natã diz para Davi não construir um templo para a Arca, pois não será ele que construirá Sua morada. O profeta diz que Davi já derramou muito sangue e que somente um filho, depois de sua morte, poderá construir o templo. Aitofel os interrompe e diz que os filisteus estão se preparando para atacar. Davi diz que vai consultar Deus para saber se pode enviar seu exército, mas no fundo prefere evitar o confronto com Aquis.

No capítulo 029, quinta-feira, 24 de dezembro
Bate-Seba vê Davi no terraço e sorri encantada. Ele está pensativo, não a vê. Davi invade a sala do trono de Aquis e o rende, diz que não vai matá-lo, mas que os filisteus terão que pagar impostos para os hebreus. Assim foi com os moabitas, sírios, amalequitas, edomitas, recuperando todas as terras que foram tiradas dos hebreus. Bate-Seba fica encantada ao ver Davi entrar na cidade com seu exercito e sua mãe, Lais, não gosta da atitude da filha. Paltiel encontra Mical no palácio, que fica irritada com ele. O soldado diz que ainda a ama e que mora perto do palácio. Davi diz que não participará da guerra contra os amonitas, Aitofel estranha. Joabe lidera o exército. Bate-Seba reclama com Urias da sua ausência constante devido às guerras. Ela quer ter filhos, mas eles quase não ficam juntos. Mical pede que Paltiel lhe gere um filho. Ele fica decepcionado por estar sendo usado, mas concorda. Mical esbarra com Allat, que tenta fugir. Ela manda uma serva atrás dela, mas Allat consegue fugir. Mical tenta se aproximar de Davi e pede um filho. Ele afirma que ela é a única esposa que ainda não foi capaz de gerar um filho, logo, ele não é o problema. Mical fica furiosa. Bate-Seba toma banho e, do terraço do palácio, Davi a observa encantado, completamente apaixonado. Davi pede que Josias chame Bate-Seba para jantar com ele, mesmo sabendo que ela é esposa de Urias, um dos seus 30 valentes (soldados de elite). Josias, seu servo fiel, fica preocupado. Laís tenta impedir, mas Bate-Seba diz que não pode recusar um pedido do rei. Bate-Seba tem o rosto coberto por um véu. Davi chega e o retira com delicadeza. Ele está extasiado com sua beleza. Os dois se olham intensamente.

No capítulo 030, sexta-feira, 25 de dezembro
Davi pede que Josias chame Bate-Seba para jantar com ele, mesmo sabendo que ela é esposa de Urias, um dos seus 30 valentes (soldados de elite). Josias, seu servo fiel, fica preocupado. Laís tenta impedir, mas Bate-Seba diz que não pode recusar um pedido do rei. Bate-Seba tem o rosto coberto por um véu. Davi chega e o retira com delicadeza. Ele está extasiado com sua beleza. Os dois se olham intensamente. Davi elogia a beleza de Bate-Seba. Eles se olham apaixonados e ao mesmo tempo sabem que não é certo. Eles bebem juntos. Mical pressiona Josias para saber que mulher entrou no quarto do rei. O servo diz que é uma concubina, mas Mical continua desconfiada. Joabe está preocupado com a ausência de Davi na batalha contra os amonitas. Josias fica tenso quando Aitofel o encontra com uma bandeja de jantar. Aitofel repara que há algo estranho. Bate-Seba tenta resistir, mas se rende ao beijo de Davi. Mical vê que nenhuma das esposas e concubinas está com o rei. Bate-Seba tenta resistir. Davi insiste e eles começam a fazer amor. Uma serva de Mical a leva até Allat, que tem medo do seu passado de idolatria. A esposa de Davi finge ser sua amiga e diz para Allat ser uma de suas servas. Ela afirma que o rei não vai notá-la. Allat tem medo, mas Mical é firme e não dá escolha. Amanhece e Laís ainda espera sua filha. Aitofel chega e ela fica ainda mais tensa. Davi e Bate-Seba acordam com remorso. Josias chega para acompanhá-la com segurança para fora do palácio. Ela cobre o rosto. Mical a intercepta e tenta descobrir quem é. Aitofel chega e a interrompe. Mical desiste e vai embora. Ela pede que um servo siga a mulher. Davi chega em meio a uma aula de Absalão e Amnon com Natã. Seus filhos são ainda crianças. Davi dámuita atenção para o primogênito, Amnon. Absalão sente ciúmes. Natã comenta que o mais novo é mais dedicado, mas Davi diz que o importante é que Amnon é seu primeiro filho e será rei. Laís está furiosa com Bate-Seba e diz que ela pode ser apedrejada. Aitofel apresenta Husai a Davi. O rei não consegue encarar o avô de Bate-Seba. Allat se arruma, se alimenta e ganha roupas de Mical. Ela pede que a feiticeira a ajude a engravidar. Mical obriga Allat a fazer uma poção para seduzir Davi e coloca um servo a vigiando. Mical vai a casa de Bate-Seba, que fica sem ação.

Top
%d blogueiros gostam disto: