Mãe de Rian Brito afirma que filho tomava chá em seita fundada pela atriz Leona Cavalli

A atriz e cantora Brita Brazil causou polêmica com o teor de uma carta enviada ao jornal Extra. No texto, divulgado na manhã de hoje (terça-feira, 8), ela citou o envolvimento do filho Rian Brito, morto aos 25 anos de idade, com a seita Porta do Sol, fundada pela atriz Leona Cavalli no Rio de Janeiro.

De acordo com Brita, Rian frequentava a Porta do Sol há cerca de um ano e meio e, durante os encontros religiosos, fazia uso do famoso “chá de Santo Daime”, preparado com a erva alucinógena Ayhuasca. A partir daí, o rapaz teria começado a “ouvir vozes do chá” e começou a procurar lugares para se isolar e meditar, ocasiões em que chegava a passar dias sem comer.

Brita explica que o comportamento de Rian mudou assim que começou a frequentar a seita. “Ele começou a ficar sério, diferente, largou a música, atividade que lhe ocupava umas 13 horas por dia, perdeu o humor, e aderiu a uma mania desenfreada de jejum e meditação. Sua aparência mudou totalmente, seu jeito também, ficou mais introspectivo. O total foram um ano e quatro meses do mais profundo inferno que o Rian viveu.”

No final do texto, a artista faz questão de afirmar que não pretende culpar Leona Cavalli pela morte do rapaz. “O que queria fazer, repetindo seu nome e te convidando para a primeira fila do crematório do meu filho, era para que você tomasse consciência do estrago que o chá de Ayhuasca pode gerar a uma família. Era para você sentir na pele, por uma hora, o que sentirei para toda a vida. E, principalmente, que parasse não só você, mas todas as igrejas do Brasil de fornecer esta química para as pessoas. Pode disparar algo terrível na mente de algumas pessoas, pelo resto de suas vidas”, explica, em um trecho diretamente dirigido à atriz de Totalmente Demais.

rian-brito-original

Leona Cavalli não gostou nada da atitude de Brita e deixou claro que pretende processar a mãe de Rian: “Isso tudo é um absurdo. [O chá] É um sacramento regularizado no Brasil e inscrito no Congresso Nacional Antidrogas. Isso que ela está falando, está falando por uma visão dela. Eu sinto muito realmente, não queria ter que fazer isso. Mas, infelizmente, chegou a um ponto absurdo, e eu vou ter que tomar medidas jurídicas e criminais”, disse, em entrevista à mesma publicação

Rian Brito foi encontrado morto na última sexta-feira (5), numa praia de Quissamã, no norte do estado do Rio de Janeiro, e cremado em cerimônia ocorrida ontem (segunda-feira, 7). Constatou-se que o óbito se deu por afogamento. Durante os nove dias em que ele esteve desaparecido, a família se mobilizou fortemente na mídia em busca de seu paradeiro – Rian era filho do ator e dublador Nizo Neto e neto do saudoso humorista Chico Anysio.

%d blogueiros gostam disto: