O Outro Lado do Paraíso: Aura diz que é a verdadeira herdeira das minas de esmeraldas

O Outro Lado do Paraíso: Aura diz que é a verdadeira herdeira das minas de esmeraldas

Aura ( Tainá Muller) em O Outro Lado do Paraíso

Aura ( Tainá Muller) em O Outro Lado do Paraíso

Nos próximos capítulos de O Outro Lado do Paraíso, em pleno carnaval, Patrick (Thiago Fragoso) será chamado para atender a uma cliente num bar em Palmas. Ao chegar no local, ele dará de cara com Aura (Tainá Muller): “Nos esbarramos muitas vezes. Mas não fomos apresentados. Patrick, eu sou a Aura.”, “Em que posso ajudá-la, Aura?”, pergunta o advogado.

Aura então questiona Patrick sobre o processo movido por Clara (Bianca Bin) para conseguir a guarda do filho. A dermatologista pergunta se a neta de Josafá (Lima Duarte) terá direito a extração de esmeraldas caso ganhe o processo: “As minas estão em nome do filho dela. Mas sim, é possível que ela venha a administrar as minas. Você namora o Gael. Por isso está interessada”.

Resumo Semanal: Novela “O Outro Lado do Paraíso” – 22/01/2018 a 27/01/2018

“Eu vim pra cidade, sou médica dermatologista e trabalho no hospital. Comecei a namorar o Gael por acaso. Na verdade, tava verificando o terreno. Eu já tinha ouvido falar das minas, mas precisava ter certeza de que eram tão valiosas.”, conta ela. “Rendem muito. Estão nas mãos da Sophia, mãe do Gael. Por enquanto.”, diz Patrick.

“Exatamente. Por enquanto. Patrick, eu quero te contratar como meu advogado. Vou provar que sou a legítima herdeira das esmeraldas.”, diz a moça deixando o advogado surpreso.

“Não. Veja, meu pai era dessa região. Falava que nas terras onde vivia, tinha esmeraldas. Ele era caminhoneiro. Um dia sumiu, não voltou. Mas minha mãe alimentou meu sonho. Que eu ia descobrir as pedras de que meu pai tanto falava. Eu cresci, me formei. Li sobre as minas no jornal. Resolvi vir pra cá. Por coincidência, conheci o Gael e namoramos. Através dele descobri tudo sobre as esmeraldas. Que as terras tão em nome do filho do Gael. Mas é um grande engano. As terras deveriam ser minhas.”, dirá.

Top