Fátima Bernardes usa vestido azul e manda indireta para ministra Damares Alves - Portal Overtube

Fátima Bernardes usa vestido azul e manda indireta para ministra Damares Alves

Fátima Bernardes no programa Encontro (Reprodução/Rede Globo)

Fátima Bernardes no programa Encontro (Reprodução/Rede Globo)

Fátima Bernardes decidiu mandar uma indireta para Damares Alves nesta quinta-feira (03). Ela foi mais uma entre os famosos que se posicionaram contra a polêmica frase “meninos vestem azul e meninas vestem rosa”, proferida pela ministra.

Em seu perfil numa rede social, Fátima Bernardes publicou uma foto usando um vestido na cor azul.

“Vesti azul e a sorte, então, mudou”, escreveu na legenda da publicação no Instagram. A frase no entanto, faz referência à canção “Vesti Azul”, de Wilson Simonal.

Nos comentários, alguns famosos publicaram felicitações pela atitude da apresentadora.

“Fez muito bem“, escreveu Fernanda Gentil. Marcos Veras publicou emojis de coração e o namorado de Fátima, Túlio Gadêlha, elogiou: “Linda de azul”.

Não apenas os famosos, mas também os fãs reagiram à atitude da apresentadora ao se posicionar contra a ministra Damares Alves.

“Maravilhosa“, escreveu uma seguidora. “Vestiu muito bem! Roupas não definem ninguém“, publicou outra internauta. “Dona do mundo faz assim!“, comentou mais uma.

Confira a foto:

Entenda o caso da ministra Damares Alves

Em entrevista à Globo News, a ministra Damares Alves explicou que a frase usada em seu discurso foi uma metáfora contra a “ideologia de gênero”.

“De jeito nenhum. Foi uma metáfora. Nós temos no Brasil o ‘Outubro Rosa’, que diz respeito ao câncer de mama com mulheres, temos o ‘Novembro Azul’, que é com relação ao câncer de próstata com o homem. Então quando eu disse que menina veste cor de rosa e menino veste azul, é que nós vamos estar respeitando a identidade biológica das crianças”, explicou.

Em nota, a Associação Nacional de Travestis e Transexuais falou que a declaração “fere a liberdade individual, o direito à autodeterminação e a dignidade da população trans”.

Entretanto, a ministra Damares Alves explicou que os direitos da comunidade LGBT serão mantidos no governo Bolsonaro:

“Os homossexuais já podem adotar, e nós não queremos mudar isso. Nenhum direito adquirido vai ser violado pelo governo Bolsonaro, que isso fique claro. O homossexual já pode adotar uma criança. Qualquer pessoa acima dos 21 anos pode, desde que tenha 16 anos de diferença do adotante para o adotado, então isso é direito adquirido”.

COMENTÁRIOS DO FACEBOOK
Top