Sérgio Malheiros fala sobre cena de racismo em Verão 90: "É importante falar a respeito"

Sérgio Malheiros fala sobre cena de racismo em Verão 90: “É importante falar a respeito”

Sérgio Malheiros falou sobre cena de racismo em Verão 90 (Reprodução)

Sérgio Malheiros falou sobre cena de racismo em Verão 90 (Reprodução)

O ator Sérgio Malheiros está no ar em Verão 90, novela das sete da Globo. Seu personagem Diego passou por um momento tenso nos últimos capítulos da trama.

Enquanto ia para a faculdade de ônibus, ele foi abordado de forma agressiva pela polícia. “Essa cena foi ao ar semana passada e eu recebi muitas mensagens de pessoas que já passaram por situações parecidas… Muitas, inclusive, não compreenderam inicialmente que isso se dá apenas pela cor da nossa pele. E é por isso que é tão importante falarmos mais e mais sobre o racismo”, começou o ator.

“Sou muito grato pela oportunidade de representar nas telinhas o que é uma realidade diária de muitos (quase todos) jovens negros nesse país. Infelizmente era assim nos anos 80, nos anos 90 e ainda vivemos isso agora. Precisamos acabar com a ideia de que os corpos negros são um perigo eminente”, disse Sérgio.

Antes de finalizar, Malheiros relembrou de um triste caso que aconteceu na semana passada. O jovem Pedro Henrique Gonzaga foi assassinado por um segurança de um supermercado.

Ator comentou racismo por namorar Sophia Abrahão

Sergio Malheiros, assim como Diego, já viveu na pele episódios tristes de preconceito. “Eu já passei muitas situações. Mas fui uma criança negra e famosa e não é que isso me protegia, mas as pessoas pensavam duas vezes antes de fazer alguma coisa comigo”, disse ele no mês passado ao Gshow.

O ator também vive situações de racismo velado quando está com Sophia Abrahão, sua namorada. “A gente é um casal interracial famoso, vamos em restaurante caro e as pessoas olham torto. As pessoas não escondem. Isso acontece o tempo todo, dentro e fora do Brasil. É uma realidade”, revelou.

“Há outras, que às vezes são mais sutis. Quando a Sophia fala alguma coisa sobre o fato de eu ser negro, algumas pessoas dizem ‘mas não, o Sergio não é negro’, como se fosse uma ofensa falar que eu sou negro. É como se fosse um xingamento. Ou então falam ‘Sergio é mulato’ e é preciso a explicar a origem da palavra e como isso é uma forma preconceituosa de entender a negritude”, finaliza.

Top
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!