Nicole Bahls critica a presença de gays na televisão e é detonada por LGBTQs na RedeTV!

Nicole Bahls critica a presença de gays na televisão e é detonada por LGBTQs na RedeTV!

Nicole Bahls se envolveu em polêmica após dar declaração na TV (Reprodução)

Nicole Bahls se envolveu em polêmica após dar declaração na TV (Reprodução)

A ex-panicat Nicole Bahls se envolveu em uma grande polêmica depois de participar do programa Sensacional, da RedeTV!. Apresentada por Daniela Albuquerque, a atração falava sobre a presença de gays na televisão.

Nicole concedeu uma entrevista em que comenta o assunto e diz que não acha bacana que cenas de beijo e **** entre heterossexuais e gays porque crianças podem ver. “Não é uma coisa que tem que ser educada na TV”, disse.

Em seguida, o jornalista Fernando Oliveira, que trabalha na TV Gazeta e na rádio Jovem Pan discordou da opinião dela e respondeu. “A gente tem que estar discutindo tudo em novelas, em programas de TV como aqui, e também em documentário. Eu não voltar para o armário de jeito nenhum, vou continuar andando de mão dada na rua”, disparou.

Depois, o profissional continuou. “Opiniões como a Nicole não contribuem com a discussão. Ela esconde a gente quando diz ‘é algo que ofende a família’, ‘põe na novela só ali no cantinho’. Passamos décadas no ‘cantinho’. Agora que podemos trabalhar, andar de mão dada na rua, beijar na boca, vem alguém com a exposição que ela tem e que ganha muito dinheiro com o público LGBT para dizer que não podemos aparecer em novela?”, declarou.

Ele foi interrompido por Daniela, que disse que “é a opinião dela e ele deveria respeitar”. Fefito discordou. “Opinião é diferente de preconceito. Opinião é não gostar de verde ou azul. Preconceito é dizer que determinados assuntos não podem ser discutidos porque vão ofender a determinadas pessoas quando são só a vida dessas pessoas”, finalizou.

Bahls comenta o assunto

Nicole foi extremamente criticada nas redes depois que sua fala foi ao ar no canal paulista. Ela decidiu fazer uma publicação, onde voltou a defender a família, disse que “nasceu travesti” e que não vive sem os gays.

“Não quero que o meu filho com três, quatro anos de idade, fique vendo cenas de ****. Não acho legal nem com héteros, gays, lésbicas. Não acho legal cenas de ****. Há lugares para fazer, não precisa ensinar na TV. Se você quer ensinar seus filhos de três anos a transar, chupar, fazer o babado todo, a ‘suruba de Noronha’, é um direito seu, ensine em casa, não na TV”, concluiu.

Top
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!