Ana Furtado surge de cabelo curto e comenta novo visual: "Evoluí com a doença" - Portal Overtube Ana Furtado surge de cabelo curto e comenta novo visual: "Evoluí com a doença" - Portal Overtube

Ana Furtado surge de cabelo curto e comenta novo visual: “Evoluí com a doença”

Ana Furtado apresentou novo corte de cabelo (Foto: Pino Gomes/Divulgação)

Ana Furtado apresentou novo corte de cabelo (Foto: Pino Gomes/Divulgação)

Ana Furtado revelou o seu novo visual após passar pelo tratamento contra o câncer de mama. Depois cortar o cabelo curto e usar peruca, a apresentadora do É de Casa revelou como ficou de cabelo curtinho.

Em entrevista ao jornal O Globo, Ana Furtado contou que é a terceira vez que faz um corte curto no cabelo. E dessa vez, é por um motivo especial.

“Resolvi cortar ele então como uma forma de reconhecimento e agradecimento por ele ter sido tão meu parceiro. Tão guerreiro. Dar a chance para ele se renovar por completo. Deixar o que passou e começar uma vida nova!”, disse a apresentadora.

Em seguida, continuou: “É assim como me sinto e como essa fase se reflete no meu cabelo. Essa é a terceira vez que corto curto e amei o resultado. É diferente mas eu também estou diferente! Aprendi muito, cresci, evoluí com a doença. Ele reflete exatamente quem eu sou agora e como eu me sinto: renascendo”.

Ana Furtado contou que usou uma touca de congelamento que evita a perda dos fios. Contudo, de acordo com a apresentadora, ainda perdeu 40% do cabelo.

“Sou meio Sansão. A minha força também está no meu cabelo. E ele não se entregou na batalha que travei contra o câncer. Ele foi guerreiro e meu aliado num momento tão difícil e delicado”, comentou.

“Quando comecei a perder o cabelo com a quimio fiquei triste e acho que é uma reação normal de qualquer mulher que já passou por isso, mas não me importei caso ficasse careca. Sempre tive a noção que tudo é passageiro”, falou, logo depois.

Ana Furtado fala sobre rotina após a cura do câncer

Após o fim da quimioterapia e a notícia de que está curada do câncer, Ana Furtado explicou como será sua rotina daqui pra frente.

“Os tratamentos protocolares pós cirúrgico: quimio, rádio e agora o Tamoxifeno por 5 anos, foram essenciais para dar uma garantia máxima para que a doença não volte”, contou.

Em seguida, completou: “O meu prognóstico é muito animador! Graças a Deus! Viverei os próximos 5 anos com a mesma fé, força e coragem que me trouxeram até aqui. Já me visualizo vitoriosa lá na frente”.

Paulo Victor
Professor e entusiasta da sétima arte, atua na internet há mais de dez anos produzindo conteúdo sobre séries e cinema, aprecia a dramaturgia para as diferentes telas.
Top