Âncora volta a questionar denúncias contra João de Deus no Jornal da Noite - Portal Overtube Âncora volta a questionar denúncias contra João de Deus no Jornal da Noite - Portal Overtube

Âncora volta a questionar denúncias contra João de Deus no Jornal da Noite

Fábio Pannunzio, âncora da Band (Foto: Reprodução)

Fábio Pannunzio, âncora da Band (Foto: Reprodução)

O âncora Fábio Pannunzio voltou a falar sobre as denúncias contra o médium João de Deus no Jornal da Noite desta terça-feira (19). Na ocasião, o jornalista disse ter sido atacado com posicionamentos contrários a sua opinião, emitida no jornal da noite anterior, via redes sociais, e aproveitou para reafirmar a sua dúvida quanto às acusações, que ele considera em “número exagerado”, feitas por mulheres que dizem terem sido assediadas pelo famoso médium.

“Na edição de ontem do Jornal da Noite, eu fiz um comentário que rendeu muita polêmica hoje na internet, uma polêmica que rendeu muitos comentários negativos. Eu disse ontem que duvidava que mais de 500 mulheres já tivesse denunciado o médium João de Deus, ressaltando que em nenhum momento eu quis defender o comportamento degenerado desse homem”, falou o apresentador Fábio Pannunzio, na bancada do Jornal da Noite.

E continuou: “Mas eu trago um dado da força tarefa que é responsável pelas investigações. De acordo com a assessoria de imprensa do Ministério Público e da polícia de Goiás, esses 506 contatos recebidos até agora não são propriamente denúncias como disse o nosso repórter, muitos deles trazem outras questões e não se sabem ainda o número de vítimas que se apresentou às autoridades”.

E encerrou o seu discurso sobre o caso considerando a conduta de João de Deus “inaceitável”, embora tenha reafirmado seu posicionamento, questionando a grande quantidade de denúncias que o caso do médium vem recebendo desde os primeiros relatos divulgados pelo programa Conversa com Bial, da Globo. “E olha, ainda que fossem uma, duas ou três, essas denúncias são gravíssimas, e o comportamento dele é abominável, inaceitável. Mas arbitrar um número exagerado, principalmente questionável, não vai aumentar o tamanho da pena, nem do escândalo e muito menos ajudar a entender como agia esse falso guru João de Deus”, completou.

Assista ao vídeo:

Entenda o caso

Na última segunda-feira (17), o jornalista da Band Fábio Pannunzio usou a bancada do jornal para por em dúvida o depoimento das mulheres que denunciaram o famoso médium João de Deus por assédio.

“Olha, eu não tenho dúvida nenhuma de que, entre esses relatos, tem muito trigo e tem também algum joio. Você acha crível mesmo que este homem molestou 500 mulheres aos 76 anos de idade? É preciso mais do que hormônios para se crer numa história dessas. E vamos devagar com o andor porque, no meio disso tudo, pode haver uma campanha contrária a esse tipo de religião. É só pra você pensar um pouquinho quando ouvir esses números muito altos assim”, falou o jornalista.

Nesta terça-feira (18), após o vídeo com a fala do jornalista circular e repercutir nas redes sociais, Leilane Neubarth usou o Twitter para demonstrar sua indignação com o comentário de Fábio Pannunzio, que chegou a ser reprisado na Band News, canal de notícias da Band na TV paga.

“É difícil até dizer o que eu sinto quando ouço um comentário como este… Não se se fico enojada, revoltada ou com pena pela total falta de informação dele”, publicou a apresentadora na rede social.

Além da apresentadora Leilane Neubarth, os internautas também ficaram revoltados e reclamaram nas redes sociais sobre o fala do jornalista Fábio Pannunzio.

“Fábio Pannunzio passando pano pras atrocidades do tal ‘João de Deus'”, publicou um internauta. “Esse é o Fábio Pannunzio duvidando das vítimas do João de Deus, em pleno jornal de fim de noite da emissora onde trabalha”, publicou outro.

“Pisou na bola feio o Fábio Pannunzio… um homem não pode falar por dezenas de mulheres! Tem que investigar sim! Tem que prender sim! João de Deus que prove o contrário!”, criticou um telespectador, em seu Twitter.

blank
Paulo Victor
Professor e entusiasta da sétima arte, atua na internet há mais de dez anos produzindo conteúdo sobre séries e cinema, aprecia a dramaturgia para as diferentes telas.
Top