Celso Portiolli defende vinhetas do SBT a favor de Bolsonaro e discute com internautas - Portal Overtube Celso Portiolli defende vinhetas do SBT a favor de Bolsonaro e discute com internautas - Portal Overtube

Celso Portiolli defende vinhetas do SBT a favor de Bolsonaro e discute com internautas

Celso Portiolli (Divulgação/SBT)

Celso Portiolli (Divulgação/SBT)

A confusão gerada pelas vinhetas do SBT a favor de Bolsonaro continua. Agora, Celso Portiolli, apresentador do Domingo Legal, saiu em defesa das chamadas exibidas durante a programação da emissora de Silvio Santos e até discutiu com internautas nas redes sociais.

O apresentador, que confirmou apoiar Jair Bolsonaro como presidente do Brasil, publicou em seu Twitter a seguinte declaração: “para quem não ama o Brasil, a Venezuela fica logo ali”.

Um internauta questionou o apresentador sobre sua postura na rede social: “e essa vergonha é no débito ou no crédito? Sério mesmo que depois de votar no Bolsonaro você vem fazer piadinha com a ditadura?”, publicou o rapaz na rede social. Em resposta, Portiolli disse que “é pior apoiar e dar dinheiro do que só apoiar”. Porém, pareceu arrependido do que falou e apagou a publicação logo em seguida, confirmou o Notícias da TV.

Um outro internauta também cutucou o apresentador do SBT. “Essa necessidade de aparecer a todo custo falando de política é alguma tentativa de apagar o ostracismo como apresentador/youtuber (!!!) ou é uma forma de garantir os patrocínios do cara que você lambe as botas? Pra defender ponto vista, não precisa cair na boçalidade, Celsão”, publicou, em referência à relação entre Celso Portiolli e Luciano Hang, um dos fundadores da rede de lojas Havan e também apoiador de Jair Bolsonaro. Em resposta, Celso foi irônico: “dinheiro é assim mesmo. A gente faz cada coisa né?!”. Em seguida, o apresentador também apagou sua resposta.

SBT e a campanha Pró-Bolsonaro

As diferenças entre Celso Portiolli e seus espectadores teve início quando o apresentador saiu em defesa da campanha a favor de Bolsonaro que o SBT vem veiculando na sua programação desde a última terça-feira (07). Uma das chamadas, inclusive, fazia referência a uma frase que ficou popular durante a ditadura militar e dizia “Brasil, ame-o ou deixe-o”. Após críticas, o SBT retirou a chamada do ar, mas lançou outras cinco versões diferentes na sua programação.

Uma nova versão da chamada também estreou na grade do SBT nesta madrugada de quinta-feira (08), que se encerra com a frase “Brasil acima de tudo”, slogan da campanha de Bolsonaro durante sua campanha na corrida presidencial.

Confira os tweets:

blank
Paulo Victor
Professor e entusiasta da sétima arte, atua na internet há mais de dez anos produzindo conteúdo sobre séries e cinema, aprecia a dramaturgia para as diferentes telas.
Top