Com processo em andamento, Silvio Cerceau defende O Sétimo Guardião e perdoa Aguinaldo Silva - Portal Overtube Com processo em andamento, Silvio Cerceau defende O Sétimo Guardião e perdoa Aguinaldo Silva - Portal Overtube

Com processo em andamento, Silvio Cerceau defende O Sétimo Guardião e perdoa Aguinaldo Silva

Aguinaldo Silva está sendo processado por Silvio Cerceau (Reprodução)

Aguinaldo Silva está sendo processado por Silvio Cerceau (Reprodução)

Antes mesmo de entrar no ar, a novela O Sétimo Guardião começou a enfrentar problemas. O autor Aguinaldo Silva foi acusado de ter lançado como sua uma sinopse criada por um grupo de alunos de um curso ministrado por ele em 2015.

O processo continua na Justiça e o escritor e roteirista Silvio Cerceau segue lutando para ser reconhecido como coautor da história da novela das nove. Na ocasião do primeiro capítulo, a Globo chegou a exibir os nomes de todos os alunos nos créditos finais da trama.

Alguns meses se passaram e, agora, Silvio garante que já perdoou o autor e não guarda mágoas. “Fica o sentimento de perdão. Afinal o que passou, passou. Aguinaldo Silva é um ótimo profissional”, elogiou Cerceau em entrevista ao site NaTelinha.

“A vida segue, agora é cada um pegar sua rota e fazer coisas boas. Não guardo mágoa, até mesmo porque acho que a mágoa é uma energia ruim que inflama a alma. O que precisamos é de paz e de mais amor em nossas vidas”, afirmou.

Ainda segundo a publicação, Silvio Cerceau acaba de finalizar a sinopse de sua primeira novela solo, cujo nome provisório é Escolhi Você. Ele também está se dedicando na criação de uma série, mas não contou detalhes a respeito.

LEIA TAMBÉM: AUTORA QUE ACUSA O SÉTIMO GUARDIÃO DE PLÁGIO SE DEFENDE DE CRÍTICAS

Autor defende O Sétimo Guardião

O site questionou Silvio a respeito da audiência de O Sétimo Guardião. A novela está abaixo dos índices desejados pela Globo e apresenta audiência mais de 4 pontos abaixo de sua antecessora no horário.

O autor não acredita que a trama tenha errado, mas que a estratégia usada pode não ter dado certo. “Não funcionou porque queimaram toda ela depressa demais. O tom dado no primeiro capítulo destoou totalmente da nostalgia das chamadas da novela. O público hoje anda muito saudosista e esperavam de fato uma novela como as de antigamente. Infelizmente, logo nos primeiros capítulos perceberam essa diferença, notaram que não seria assim”, opinou.

Depois, Cerceau afirma que, apesar da audiência, a novela das nove não pode ser considerada um fracasso. “Seria vil pensar assim, porque ainda é o programa mais visto da TV brasileira. Acho que essa audiência em torno dos 30 pontos será a nova realidade de agora em diante, o público que gosta de novelas é um telespectador tradicional. Uma questão complicada é o horário, tem dia que a novela acaba após às 22h30. Também não começa em um horário fixo, a exibição oscila entre 21h10 e 21h30, e isso é algo negativo. A novela das nove teria que voltar ser novela das oito e iniciar no máximo às 20h40”.

O Sétimo Guardião fica no ar até meados de maio, quando cede o espaço para A Dona do Pedaço, de Walcyr Carrasco.

Top