Globo passa a tesoura em Belíssima e novela fica mais ágil

Belíssima (Reprodução/Rede Globo)

Belíssima (Reprodução/Rede Globo)

A Rede Globo adotou uma prática muito comum no SBT para a novela Belíssima, exibida no “Vale a Pena Ver de Novo”. A chamada “tesoura” foi utilizada para agilizar a trama de Silvio de Abreu, no ar desde junho nas tardes da emissora.

Segundo o NaTelinha, nos últimos 15 dias, pouco mais de 30 capítulos foram cortados e exibidos durante esse período.

A novela tem previsão para chegar ao fim no início de 2019. Porém, se os cortes continuarem, Belíssima pode acabar no final do ano – o que traria resultados indesejáveis para a Rede Globo, já que o período de festas é tipicamente de baixa audiência.

Ainda segundo a publicação, os cortes tiveram início em 4 de outubro, e de lá pra cá foram exibidos os capítulos 87 ao 122, o que significa que mais de 2 capítulos da exibição original foram ao ar por dia. Antes, a Rede Globo exibia os capítulos na íntegra.

Em nota, a Rede Globo informou que Belíssima segue até 2019. “Como previsto desde o início, ‘Belíssima’ terminará no início de 2019. A próxima novela do ‘Vale a Pena Ver de Novo’ ainda não foi definida”, explicou a emissora.

Aproveite e confira o resumo semanal da novela Belíssima.

Prática comum

Usar o artifício da edição é uma prática comum na reprise de novelas na TV brasileira.

A reprise de Celebridade no “Vale a Pena Ver de Novo”, da Rede Globo, chegou a condensar 8 capítulos em 1, sumindo com vários núcleos sem nenhuma explicação ao telespectador.

No SBT a história se repete com frequência. Com a exibição da novela mexicana inédita Que Pobres Tão Ricos, os cortes condensaram 5 capítulos em 1, por exemplo.

Paulo Victor
Professor e entusiasta da sétima arte, atua na internet há mais de dez anos produzindo conteúdo sobre séries e cinema, aprecia a dramaturgia para as diferentes telas.
Top