Luane Dias publica mensagem misteriosa e ataca Léo Stronda: "monstro da pior espécie" - Portal Overtube Luane Dias publica mensagem misteriosa e ataca Léo Stronda: "monstro da pior espécie" - Portal Overtube

Luane Dias publica mensagem misteriosa e ataca Léo Stronda: “monstro da pior espécie”

Luane Dias (Reprodução/R7)

Luane Dias (Reprodução/R7)

Luane Dias publicou uma mensagem misteriosa nesta sexta-feira (28) em seu Twitter, relacionada a seu ex-namorado, Leo Stronda. Os dois se conheceram e iniciaram um namoro no reality show A Fazenda 10, mas acabaram se separando após o fim do programa.

“A gente tem que aprender a não esperar nada do homem pq o homem é falho. Precisamos aprender a depositar nossa expectativa em Deus pq ele não falha”, pulicou a influenciadora digital.

Em seguida, continuou o desabafo: “Eu não quero ser refém das boas memórias…”.

E depois atacou Leo Stronda, com uma mensagem misteriosa: “Eu to com muito ódio no meu coração! Cansei de me culpar por coisas que eu não fiz, cansei de me torturar por alguém que jamais teve consideração por mim. Léo Stronda você é um monstro da pior espécie!”.

Luane Dias tem depressão e tentou se matar

Luane Dias contou aos seus fãs nas redes sociais que está com depressão e tentou suicídio. O fato acontece poucos dias após o fim do seu namoro com o funkeiro Léo Stronda, anunciado no dia 15 de dezembro.

Nas redes sociais, a digital influencer declarou estar de luto e contou estar há dias sem se alimentar. “Estou num momento de luto, isso é natural quando se encerram ciclos (…). Tenho vergonha de aparecer hoje para vocês, pois foram dois dias sem comer e beber, onde me encontro abatida e feia (esteticamente), e quem me ama não merece me ver assim”, publicou a ex-peoa.

Em seguida, assumiu ter entrado em depressão e contou que tomou medicamentos para tentar se matar: “Encontro-me em depressão, e desde sexta (14) eu venho tentando ceifar a minha vida. Foram diversas tentativas frustradas. A dor e a angústia tomaram conta do meu ser e eu me entreguei sem medo de ir embora, eu não pensei em nada, só em ir embora. Meus remédios eram para ser tomados com cautela e só hoje tomei dez de uma vez. Sim, tolice da minha parte achar que eu morreria assim, mas pelo que me encontrei, era a única maneira que me permitia usar o pouco de força que resta nos meus braços”.

blank
Paulo Victor
Professor e entusiasta da sétima arte, atua na internet há mais de dez anos produzindo conteúdo sobre séries e cinema, aprecia a dramaturgia para as diferentes telas.
Top