Marcelo Adnet nega ter imitado a voz de Bolsonaro em hospital e denuncia fake news - Portal Overtube Marcelo Adnet nega ter imitado a voz de Bolsonaro em hospital e denuncia fake news - Portal Overtube

Marcelo Adnet nega ter imitado a voz de Bolsonaro em hospital e denuncia fake news

Marcelo Adnet imita Bolsonaro

Marcelo Adnet imita Bolsonaro

O ator e comediante Marcelo Adnet foi às redes sociais nesta quinta-feira (27) denunciar uma fake news envolvendo o seu nome. Na informação falsa, Adnet é acusado de ser autor de um áudio imitando o candidato Jair Bolsonaro (PSL) em hospital.

O áudio em questão viralizou nesta semana em redes sociais e grupos de aplicativos de mensagens. No conteúdo, o homem que se passa por Bolsonaro xinga o vice do candidato, o general Hamilton Mourão, e uma enfermeira do Albert Einstein, em São Paulo.

Por realizar um quadro de imitações, o Tutorial dos Candidatos, Marcelo Adnet teve o nome atribuído como autor do áudio. Ele, então, usou suas redes sociais para denunciar a fake news. “Isso é mentira e é crime! O Brasil mostra seu lado mais nefasto nessa eleição com seus cidadãos sendo perseguidos. Se alguém souber de onde partiu essa montagem, avise! Assim, a delegacia de crimes virtuais pode processar o criador. Debate sim, mentira e perseguição nunca!”, escreveu.

Na fake news, a montagem diz que Marcelo Adnet, o “ator da Globosta”, “fez a falsa voz de Bolsonaro no hospital xingando a enfermeira.” “Diga não a esse lixo de comediante da Globo que envergonha o humor brasileiro. Imitou e inventou mentiras.”

Em seu publicação mais recente, Adnet diz ter encontrado o autor da fake news. “Com a ajuda de vocês, achamos que fez as postagens. A calúnia tem mais de 20 MIL compartilhamentos! Criminosos!”, esbravejou ele, no Twitter.

Por último, o comediante do Tá no Ar publicou uma série de ameaças que vem recebendo por parte de eleitores de Bolsonaro em seu Instagram. Veja abaixo:

Confusão

Ontem (26) a jornalista mineira Marina Dias foi confundida por eleitores de Bolsonaro como repórter de uma reportagem da Folha que envolvia o candidato. Ela precisou trancar as suas redes sociais devido aos xingamentos que vinha sofrendo. Além disso, seus dados pessoais foram vazados nas redes, sendo ameaçada inclusive por telefone. “Estão humilhando minha amiga @NinaDDias como se fosse autora de uma matéria contra @jairbolsonaro. Ela não é repórter da @folha e sim da @revistaencontro de BH. Espalharam o telefone dela e da mãe. E-mail e outros dados pessoais. Compartilhem, por favor!”, escreveu Henrique André, colega da Marina, em seu Twitter.

Top