Renata Vasconcellos causa na web após desmentir Bolsonaro no Jornal Nacional - Portal Overtube Renata Vasconcellos causa na web após desmentir Bolsonaro no Jornal Nacional - Portal Overtube

Renata Vasconcellos causa na web após desmentir Bolsonaro no Jornal Nacional

Renata Vasconcellos no Jornal Nacional: apresentadora repercutiu após ler nota de repúdio da Globo contra Jair Bolsonaro (Reprodução/TV Globo)

Renata Vasconcellos no Jornal Nacional: apresentadora repercutiu após ler nota de repúdio da Globo contra Jair Bolsonaro (Reprodução/TV Globo)

A jornalista Renata Vasconcellos virou assunto nas redes sociais nesta sexta-feira (19), quando leu ao vivo no Jornal Nacional uma nota de repúdio da TV Globo direcionada ao presidente Jair Bolsonaro (PSL) em defesa da jornalista e comentarista Miriam Leitão.

Após Miriam Leitão sofrer ataques nas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que “críticas devem ser aceitas numa democracia”. Além disso, afirmou para a imprensa internacional que Miriam Leitão  mentiu quando disse ter sido vítima de tortura e abuso por militares na Ditadura.

Diante dessas afirmações, a Globo saiu em defesa da jornalista que também faz parte do elenco da Globo News.

“‘Essas afirmações do presidente causam profunda indignação e merecem absoluto repúdio. Em defesa da verdade histórica e da honra da jornalista Miriam Leitão, é preciso dizer com todas as letras que não é a jornalista quem mente'”, disse Renata Vasconcellos, ao ler a nota emitida pela emissora.

Globo desmente afirmações de Jair Bolsonaro contra Miriam Leitão em nota de repúdio

“‘Miriam Leitão nunca participou ou quis participar da luta armada. À época militante do PCdoB, Miriam atuou em atividades de propaganda'”, continuou a jornalista com a leitura da nota. A afirmação veio após o presidente Jair Bolsonaro dizer que Miriam Leitão teria sido presa quando ia para a Guerrilha do Araguaia na tentativa de impor uma ditadura no Brasil.

“Ela foi presa e torturada, grávida, aos 19 anos, quando estava detida no 38º Batalhão de Infantaria em Vitória. No auge da ditadura de 64, em 1973, Miriam denunciou a tortura perante a 1ª Auditoria da Aeronáutica, no Rio, enfrentando todos os riscos que isso representava na época”, continua a nota.

“Narrou seu sofrimento aos militares e ao juiz auditor e esse relato consta dos autos para quem quiser pesquisar. A jornalista foi julgada e absolvida de todas as acusações formuladas contra ela pela ditadura. A absolvição se deu em todas as instâncias”, relata o texto emitido pela TV Globo.

Renata Vasconcellos vira destaque nas redes sociais

Após a jornalista Renata Vasconcellos ler a nota de repúdio da TV Globo direcionada ao presidente Jair Bolsonaro ao vivo no Jornal Nacional, seu nome foi parar nos Trending Topics Brasil do Twitter.

“A Renata Vasconcellos surra o Bozo sem dó demais”, escreveu uma internauta. “Renata Vasconcellos chamando o Bolsonaro de mentiroso em rede nacional, fada sensata”, publicou outra internauta. “Eu senti a indignação da Renata Vasconcellos”, escreveu mais uma.

Confira a repercussão:

Paulo Victor
Professor e entusiasta da sétima arte, atua na internet há mais de dez anos produzindo conteúdo sobre séries e cinema, aprecia a dramaturgia para as diferentes telas.
Top