Exclusivo: Portal Overtube entrevista Guilherme Leicam. Confira! - Portal Overtube Exclusivo: Portal Overtube entrevista Guilherme Leicam. Confira! - Portal Overtube

Exclusivo: Portal Overtube entrevista Guilherme Leicam. Confira!

A partir deste mês de março, o Portal Overtube inaugura a categoria de entrevistas com os seus artistas favoritos! Você, leitor, pode contribuir e sugerir quem deseja ver neste espaço, através dos canais de atendimento e das redes sociais do site.

O primeiro entrevistado é o ator Guilherme Leicam, que interpretou recentemente o Laerte na primeira fase da novela Em Família. Neste bate-papo, Guilherme falou um pouco sobre sua experiência na telinha, o que mudou em sua vida após a participação na novela de Manoel Carlos – que considera um divisor de águas em sua carreira – e também sobre o futuro papel em Buu, nova novela para que está escalado.

O astro também dá dicas de sua mulher ideal e faz revelações inéditas, como que está prestes a se lançar como cantor. “Não quero ser considerado um cara bonito que começou a cantar para aproveitar sua fama na TV”, conta.

A entrevista na íntegra você confere abaixo!

Guilherme Leicam - Portal Overtube

PORTAL OVERTUBE: Você começou na TV em Tempos Modernos (2010), fez Fina Estampa (2011) e foi inclusive protagonista em Malhação (2012) – mas o papel da novela Em Família te trouxe uma notoriedade até então inédita. Você concorda? O que mudou na sua vida desde a sua participação na novela de Manoel Carlos? Faça um breve balanço da sua carreira no início até agora.

GUILHERME LEICAM: Eu estreei na televisão com um ótimo personagem, graças a Deus. O Led de Tempos Modernos era um personagem de forte carga dramática. Pena a novela não ter feito muito sucesso. Mas para mim, individualmente, foi um grande começo como ator. Em Fina Estampa a situação foi a oposta: a novela foi recorde de audiência, mas meu personagem não tinha uma linha dramática definida, não me oferecia grandes possibilidades como ator. Minha entrada em Malhação, ainda que no meio da temporada, me proporcionou grandes alegrias, tanto de público quanto de crítica. O Vitor era um personagem muito bem escrito e me deu oportunidade de arriscar dentro dos limites que esse tipo de novela permite. Mas foi realmente o Laerte, com a sua complexidade, quem realmente me permitiu usar toda bagagem de quem começou pelo teatro. Agradeço muito ao Manoel Carlos por esse personagem que é um divisor de águas na minha carreira.

Como foi a preparação e os laboratórios para você interpretar o Laerte? Você teve algum treinamento para se basear no Gabriel Braga Nunes, que faz seu personagem na terceira fase da novela? O Gabriel Braga Nunes teve um quê de Guilherme Leicam nesta preparação também, ou não?

Tive muito pouco contato com o Gabriel durante a preparação para a novela. Minha preparação foi baseada nas orientações do Jayme Monjardim em um trabalho intensivo com o coach André Monteiro, o mesmo de Bruno Gagliasso e Ísis Valverde.

guilherme-leicam-curte-um-s

As gravações da segunda fase de Em Família já haviam terminado e a terceira fase já estava rolando, quando você e os colegas Nando Rodrigues e Oscar Magrini foram chamados para voltar às gravações, rodando alguns flash-backs encomendados pelo autor, Manoel Carlos. Esse “retorno” te pegou de surpresa? Foi desagradável ou difícil conciliar com sua agenda de até então?

Não, esse retorno foi um êxtase. Um dia estava com Maneco e ele me disse: “Senti saudades de você, estou escrevendo novas cenas”. Na verdade, minha entrada na terceira fase através de flashback foi um coroamento do meu sucesso na segunda fase. Ainda hoje na rua as pessoas me perguntam quando voltarei à novela. 

Você acaba de ser escalado para a novela Buu, de Daniel Ortiz, junto com o Nando Rodrigues. Como se deu esse processo de escalação, quase imediatamente ao fim da sua participação na trama das 9? Quais são suas expectativas para esse novo papel? Você já pode adiantar mais sobre o seu personagem, um nadador que ambiciona o posto de seu professor?

Tudo que sei é o que vocês já anteciparam, na verdade ainda não recebi o convite oficial. Um grande executivo da casa me informou que eu estava reservado para essa novela, mas ainda não conversei com a direção artística. Enquanto isso, estou muito concentrado no lançamento da minha carreira como cantor. Carreira que foi quase uma exigência do diretor Jayme Monjardim, que me viu cantar nos intervalos das gravações.

Um fato curioso sobre você é que seu sobrenome artístico, Leicam, é o seu sobrenome natural (Maciel) lido de trás para frente. De onde surgiu a ideia de adotar esse artifício na sua assinatura? Você gosta de astrologia?

Esse anagrama não teve motivações místicas, apenas estéticas. Queria trazer alguma originalidade para meu nome sem ter que mudá-lo. Como sempre gostei de anagramas, experimentei com Maciel, e encontrei de cara um resultado que me agradou muito.

Vamos falar um pouco da sua vida pessoal. Você está solteiro ou tem namorada? O que uma mulher precisa ter (e fazer) para te conquistar? Além de atuar, quais são as coisas que você mais gosta de fazer?

Estou numa fase quase obsessiva na leitura de livros filosóficos e psicanalíticos. A namorada ideal para mim seria aquela que também tivesse interesse por esse tipo de tema, porque aí o prazer seria completo. Quando não estou lendo, estou aperfeiçoando violão. Não quero ser considerado um cara bonito que começou a cantar para aproveitar sua fama na TV. Quero ser um excelente músico. 

Você tem acompanhado a terceira fase da novela Em Família? Para quem você torce que fique com Helena (Júlia Lemmertz): Virgílio (Humberto Martins) ou Laerte (Gabriel Braga Nunes)?

Sim, sou fanático pela novela. Adoro seus diálogos inteligentes! Quanto ao destino da Helena, prefiro esperar para sentir a surpresa.

guilherme-leicam

Top