Ana Paula Valadão e Silas Malafaia trocam farpas públicas por igrejas abertas em meio ao coronavírus - Portal Overtube Ana Paula Valadão e Silas Malafaia trocam farpas públicas por igrejas abertas em meio ao coronavírus - Portal Overtube

Ana Paula Valadão e Silas Malafaia trocam farpas públicas por igrejas abertas em meio ao coronavírus

A cantora gospel Ana Paula Valadão (Reprodução)

A cantora gospel Ana Paula Valadão (Reprodução)

coronavírus continua fazendo com que as pessoas mudem radicalmente sua rotina. A ideia é evitar aglomerações e, assim, garantir que a proliferação da doença seja controlada. Apesar disso, o pastor Silas Malafaia afirmou que não vai fechar suas igrejas.

Mais tarde, a cantora e também pastora Ana Paula Valadão usou suas redes sociais para criticar as lideranças religiosas que não fecharam igrejas e templos. Em um vídeo, que tem duração de pouco mais de seis minutos, ela fez a denúncia e pediu sensatez.

“Denúncia! Não sou profeta do caos, mas sou uma voz pela sensatez. Cuidado com a religiosidade que está ameaçando o bom senso”, pediu a famosa na legenda da imagem. Na sequência, demonstrou toda a sua preocupação com as igrejas abertas.

Ela falou sobre Deus nas imagens. “Temos uma responsabilidade com as pessoas que nos ouvem. Se estão dizendo que você deve ir à casa de Deus porque lá é o lugar do socorro de Deus, se não estão cancelando as reuniões, os ajuntamentos, não siga as instruções desses líderes. Somos chamados a uma fé racional, sensata”, afirmou.

“Meu temor é que os crentes sejam os propagadores desse vírus. Por que será que esses líderes não estão querendo cancelar? Todo mundo vai sofrer com a recessão econômica que está vindo. Estão com medo de perder o que, arrecadação financeira? Venho aqui denunciar isso e repreender de você, que é ovelha, esse jugo porque esse jugo não vem de Deus”, disse.

Silas Malafaia rebate

Silas Malafaia decidiu responder as críticas, já que foi uma das lideranças religiosas que afirmaram que não fechariam suas igrejas. Entendendo que foi um dos alvos das críticas, ele gravou um vídeo e deixou claro que se tratava de uma resposta.

“Imperdível! Uma resposta contundente a quem não tem autoridade espiritual e voz profética para determinar sobre a vida do povo evangélico no Brasil. Uma resposta a acusações inescrupulosas no meio do povo. Não precisamos de gente para aterrorizar o povo no meio evangélico”, disse na legenda.

Nas imagens, Silas afirma que o culto é racional e a fé é transcendental. “A fé pertence ao mundo do transcendente e não da lógica. Nós estamos vivendo um tempo em que gente, porque é famosa no meio da igreja evangélica, porque tem milhões de seguidores, julga autoridade espiritual e voz profética para vir esculhambar e desmerecer palavras de líderes”, prosseguiu.

“A pessoa não obedece nem a cadeia de autoridade que ela está submetida, porque se ela obedecesse, respeitaria seu pai, que é um santo e grande homem de Deus. Quem está falando isso não tem moral porque passou a vida cobrando cachês milionários das igrejas para cantar. E vive nos Estados Unidos. Que autoridade você tem para uma acusação leviana dessa?”, disparou.

Veja as publicações:

Top