Carlos Alberto de Nóbrega desabafa e afirma não ser amigo de Faustão

Carlos Alberto de Nóbrega falou sobre treta com Sandy & Junior (Foto: Reprodução/SBT)

Carlos Alberto de Nóbrega falou sobre treta com Sandy & Junior (Foto: Reprodução/SBT)

O apresentador Carlos Alberto de Nóbrega concedeu uma entrevista reveladora ao podcast ‘Flow’. O comandante do programa A Praça é Nossa, do SBT, falou sobre diversos assuntos, inclusive Faustão.

Questionado a respeito do comunicador, Carlos Alberto comentou sobre o respeito que sente por ele, mas explicou que os dois não têm exatamente uma relação de amizade. Além disso, relembrou sobre as visitas que fez à casa de Fausto.

“Não. Ele sempre que [a gente] se encontra, grande alegria, cumprimenta, fui à casa dele duas vezes, aquelas pizzas… É um cara por quem tenho um profundo respeito e admiração, mas amigo não”, explicou.

Leia outras notícias de hoje Portal Overtube:

Ex-ministro de Bolsonaro grita ao vivo com apresentadora da Jovem Pan

Sabrina Sato causa climão ao desmentir programa de Sonia Abrão ao vivo

Carlos Alberto de Nóbrega faz revelação

Ainda durante a entrevista, Carlos Alberto de Nóbrega decidiu falar a respeito do pai, Manuel de Nóbrega (1913-1976). O apresentador relembrou de uma ocasião em que foi levado a um prostíbulo para evitar a prática da masturbação.

No passado, muitas pessoas acreditavam ela trazia danos à saúde. “Meu pai um dia chegou e disse: ‘Olha meu filho é muito perigoso você se masturbar nessa idade, pode pegar tuberculose’, aquelas coisas do passado”, explicou o apresentador do SBT.

“Ele disse: ‘você vai nesse endereço aqui e procura a Carmem — a dona do estabelecimento — você vai lá e eu pago no fim do mês’. Não era zona. Era um randevu, um apartamento de cinco quartos e você entrava, tinha as mulheres lá e era lá que eu ia, ia toda hora”, disparou.

Veja a participação de Carlos Alberto de Nóbrega no Flow podcast:

Convite da Globo

Em outra entrevista, agora ao colega de emissora Danilo Gentili, Carlos Alberto de Nóbrega revelou um convite que recebeu da Globo no passado. Ele contou, no entanto, que a emissora não aceitou contratar um dos comediantes de A Praça é Nossa.

“Disse que se eu fosse iria todo mundo comigo, até meu camareiro. E ele (Boni) disse: ‘Só não quero um, a Velha Surda’. E a referência, até hoje, da Praça da Alegria e A Praça é Nossa, é a Velha. Então eu falei ‘se o Roni não vier, não vem ninguém'”, disse o apresentador.

Carlos Alberto acredita ter tomado a melhor decisão. “Se eu estivesse em outra emissora eu jamais faria 35 anos de carreira com a Praça. Silvio me deu liberdade”, celebrou ele, que disse que segue acompanhando toda a produção do programa de perto.

Top