Daniela Mercury faz apelo emocionado a favor da criminalização da homofobia - Portal Overtube Daniela Mercury faz apelo emocionado a favor da criminalização da homofobia - Portal Overtube

Daniela Mercury faz apelo emocionado a favor da criminalização da homofobia

Daniela Mercury levou um tombo durante a abertura do Carnaval de Salvador (Reprodução)

Daniela Mercury levou um tombo durante a abertura do Carnaval de Salvador (Reprodução)

Vários artistas estão engajados e seguem fazendo publicações apoiando a criminalização da homofobia. Dois pedidos correm no Congresso Nacional e seguem sendo analisados pelo Superior Tribunal Federal (STF).

A cantora Daniela Mercury fez um apelo em seu perfil oficial no Instagram. “Vivemos num país que mais mata LGBTs no mundo. Pode ser um filho seu, sobrinho, irmão, irmã, que seja morto ou morta no dia seguinte. Por favor, a gente precisa muito que vocês prossigam e terminem esta votação, que esta votação não pare”, pediu a cantora.

Ela fez uma campanha pedindo que seus seguidores se unam e publiquem vídeos pedindo para que os ministros votem à favor á pauta. “Precisamos aprovar esta lei contra a homofobia. Ajudem-nos a criminalizar a homofobia pra gente acabar com a violência no Brasil. Estamos juntos nesta luta!”, declarou Daniela.

Veja a publicação da cantora:

Bruna Linzmeyer também fez apelo

Bruna Linzmeyer voltou a falar sobre preconceito e liberdade em seu perfil no Instagram. Ela publicou uma foto em que aparece beijando a namorada, Priscila Visman, e defendeu a criminalização da homofobia.

“Quantos acham essa foto desnecessária? Quantos e quantas dizem: ‘Pra quê? Ser lésbica tudo bem, mas ninguém aguenta mais você falando sobre isso. Não precisava’. Quando leio isso, e ainda leio isso aqui, ainda aqui, que é um instagram de uma pessoa publicamente em um relacionamento lésbico, penso como isso me traz notícias de como nossa sociedade está”, disse a atriz de O Sétimo Guardião.

“Então o que não falta, se quisermos mesmo ver, são notícias de jornal falando de violências e homicídios contra pessoas lgbtq só porque essas pessoas são lgbtq. É a dificuldade de conseguir um emprego, de alugar uma casa, só porque você é trans, ou um casal de lésbicas, ou um casal gay. Hoje o supremo tribunal federal vota a criminalização da lgbtqfobia. Torna crime um ato motivado somente por ódio”, finalizou o desabafo.

Bruna e Priscila assumiram o relacionamento ainda em 2017, quando foram fotografadas juntas. Desde então, a atriz está sempre lutando a favor da sua liberdade e de todos aqueles que, como ela, sofrem preconceito.

Top