Danilo Gentili detona José de Abreu após polêmica com Glória Perez: "Extremamente canalha" - Portal Overtube Danilo Gentili detona José de Abreu após polêmica com Glória Perez: "Extremamente canalha" - Portal Overtube

Danilo Gentili detona José de Abreu após polêmica com Glória Perez: “Extremamente canalha”

Danilo Gentili apresenta o The Noite no SBT (Reprodução)

Danilo Gentili apresenta o The Noite no SBT (Reprodução)

A polêmica envolvendo o ator José de Abreu e a novelista Glória Perez ganhou mais um personagem. O apresentador e humorista Danilo Gentili decidiu entrar na história e detonou o contratado da Globo.

Tudo começou quando o artista decidiu polemizar ao criticar a postura da autora. “O Brasil está tão doido que vemos Guilherme de Pádua e Gloria Perez apoiando o mesmo espectro político! Que tempos!”

No caso, José de Abreu estava se referindo ao assassino de Daniela Perez, filha de Glória Perez. O crime, que chocou o país, aconteceu em dezembro de 1992, quando os dois formavam um casal na trama De Corpo e Alma, escrita por Glória.

A novelista respondeu a provocação. “Você é muito canalha! Não vou revidar lembrando sua tragédia pessoal. É block e mais nada!”, afirmou a premiada autora, cujo último trabalho na Globo foi em A Força do Querer.

Danilo Gentili não gostou nada do que leu e também comentou a história ao responder um comentário de Antonio Tabet. “Foi extremamente canalha com a Glória Perez. Mas isso é sempre o que se espera dele”, afirmou.

José de Abreu x Jair Bolsonaro

Durante a confusão, Jair Bolsonaro também decidiu apoiar Glória. “Toda solidariedade à escritora Gloria Perez, que simplesmente por suas convicções foi atacada da forma mais baixa e covarde possível por um medíocre, usando da dor irreparável de uma mãe que perdeu uma filha para atacar opiniões. Que Deus a abençoe!”, afirmou no Twitter.

José de Abreu não deixou barato e também respondeu. “Eu teria vergonha de receber solidariedade de um energúmeno fascista, apoiador de torturadores, misógino, racista, homofóbico e apoiador de miliciano, cujo partido é um laranjal, que tem filhos que fazem rachadinha e ministro da Justiça bandido. Prefiro ser medíocre”, concluiu.

Mais tarde, Bolsonaro voltou a polemizar ao publicar uma imagem que informa que o ator foi condenado a pagar R$ 20 mil ao hospital onde o político foi internado depois de levar uma facada quando ainda era candidato à presidência.

“O hospital, que atende muitas pessoas, acionou a justiça após ser acusado irresponsavelmente pelo indivíduo de fazer parte de uma conspiração para forjar a facada que levei de um ex-membro do PSOL”, afirmou o governante.

O ator, é claro, respondeu. “A vida dá voltas, Capitão! Seu ministro bandido já caiu em desgraça, é a Lei do Retorno, que nunca falha: Moro prendeu Lula por medo, porque vocês jamais ganhariam uma eleição dele, e ganhou seu prêmio. É questão de tempo: Deus escreve certo por linhas tortas”.

Top