Fora do SBT, Marcão do Povo dispara: "Temos que pagar um preço alto para chegar onde Deus quer" - Portal Overtube Fora do SBT, Marcão do Povo dispara: "Temos que pagar um preço alto para chegar onde Deus quer" - Portal Overtube

Fora do SBT, Marcão do Povo dispara: “Temos que pagar um preço alto para chegar onde Deus quer”

O dia de ontem, quarta-feira (8), começou com uma grande polêmica envolvendo o apresentador Marcão do Povo, do SBT. Enquanto apresentava a edição do Primeiro Impacto, ele chamou a atenção ao propor campos de concentração para evitar o coronavírus.

Nas redes sociais, a declaração feita por Marcão gerou muita revolta entre os internautas e os telespectadores pediram para que a emissora de Silvio Santos tomasse uma atitude. Durante a tarde o canal decidiu se posicionar e anunciou o afastamento do comunicador.

Nesta quinta-feira (9) o apresentador foi às redes sociais para fazer um desabafo a respeito de ter deixado a atração. Usando os stories de sua conta oficial no Instagram, ele mostrou que estava trabalhando de casa e garantiu que está tranquilo.

“Tô passando aqui pra deixar um beijo pra cada um de vocês. Dizer que eu tô muito feliz, trabalhando bastante. Tô aqui no escritório, a gente não para, e nossa equipe tá toda empenhada em organizar todos os contratos necessários e a gente tá ajudando muitas famílias também”, garantiu.

Sem falar diretamente de seu afastamento, Marcão do Povo agradeceu ao apoio que diz estar recebendo de seus fãs. “Esse que é o meu papel, eu sempre gostei de estar do lado das pessoas. Dizer tudo que passa e Deus tem a resposta pra todas as perguntas, né?”.

Na sequência, ele voltou a falar sobre Deus. “Mas obrigado a cada um de vocês aí que tem realmente estado ao lado da verdade. A vida é assim, gente, nós temos que pagar preços altíssimos para que possamos chegar onde Deus quer”, afirmou.

As declarações de Marcão do Povo

Em sua fala, que gerou muita revolta na web, ele chegou a dar exemplos de como a ideia “brilhante” poderia mudar os rumos do país. Atualmente, o Brasil conta com mais de 14 mil infectados pelo vírus e a quarentena já dura semanas.

“Na China, na cidade de Wuhan, pessoas que estavam com sintomas, que estavam com o coronavírus foram levadas e colocadas nessa cidade. Montaram vários e vários hospitais e as pessoas foram tratadas naquele local”, afirmou o contratado de Silvio Santos.

Na sequência, ele faz a sugestão. “Não seria interessante também, presidente, atenção presidente, montar um local, o Exército, Marinha, Aeronáutica… Montar um local aonde todas as pessoas que tivessem os sintomas, que tivessem o coronavírus, fossem levadas para esse local e bem cuidadas, bem tratadas ao invés de espalhar da maneira que está sendo aí?”, questiona.

“Todos os lugares montando, um gasto excessivo, as cidades paradas. Não seria interessante um local só para cuidar dessas pessoas? Não seria interessante pegar, por exemplo, o Exército, Marinha e Aeronáutica e montar um campo de concentração, de cuidado, com equipamentos mais sofisticados, com os melhores profissionais e colocar essas pessoas com problemas, sintomas?”, afirmou.

Top