Irma da primeira versão de Pantanal rejeita comparações: ‘não quero ver’

Elaine Cristina e Camila Morgado viveram Irma nas duas versões de Pantanal

Elaine Cristina e Camila Morgado viveram Irma nas duas versões de Pantanal

Irma na primeira versão de Pantanal, exibida pela extinta Manchete em 1990, Elaine Cristina rejeita comparações com o remake da Globo. A atriz concedeu uma entrevista para o programa Superpop, comandado por Luciana Gimenez na RedeTV!.

Durante a entrevista, Elaine Cristina falou sobre o sucesso da nova versão de Pantanal e sobre sua participação na versão original escrita por Benedito Ruy Barbosa. Para a atriz, não devem ser feitas comparações entre o elenco do remake com os artistas da versão original.

“Cada um é um. A gente lê cada personagem e determinado texto e cada um interpreta de uma forma”, disse Elaine Cristina.

Em seguida, ela afirmou que não assiste o remake da Globo e não teria aceitado um convite para participar da nova versão, assim como fizeram Marcos Palmeira e Almir Sater. “Cada um interpreta de um jeito. Eu não estou vendo a novela e não tinha nenhuma expectativa a respeito de nenhum convite. E digo mais, ele teve um significado tão grande, o Pantanal, na minha vida, na época, que para mim ficou encantada. Eu não quero ver”, disparou.

Leia também:

Grazi Massafera volta a Globo e será mãe de Jade Picon em Travessia

Bento volta a andar em Além da Ilusão? Ator revela final da novela

Irma da versão original de Pantanal sai em defesa de elenco do remake

Ainda no programa Superpop, Elaine Cristina – a Irma da versão original de Pantanal – comentou sobre o elenco com quem trabalhou em 1990.

“Eu disse para não fazerem comparações e prometi que não daria nenhuma entrevista. Eu evito tocar nesse assunto e eu acho que não se pode fazer comparação nenhuma. O nosso elenco era brilhante, o nosso elenco foi pioneiro e se a novela está fazendo sucesso agora, grande responsabilidade é deste elenco [antigo] que fez Pantanal e estourou de fazer sucesso. As pessoas estão agora vendo de novo por causa do sucesso anterior”, contou.

No final, ela aproveitou para também elogiar o elenco do remake de Pantanal produzido pela Globo: “O elenco escalado é sensacional. Eu disse que não gostaria de fazer e não aceitaria um convite. Pantanal já foi, já aconteceu na minha vida. Não quero quebrar a imagem linda que ficou em mim dando outro tipo de conotação e tocando em assuntos que não me interessam. A vez é deles agora. A vez é deles brilharem e eu aplaudo. Não tive expectativas não”.

A novela Pantanal vai ao ar de segunda a sábado às 21h30 na Globo, de acordo com a programação oficial da emissora.

Paulo Victor
Professor e entusiasta da sétima arte, atua na internet há mais de dez anos produzindo conteúdo sobre séries e cinema, aprecia a dramaturgia para as diferentes telas.
Top