Justiça condena Fábio Pannunzio a pagar indenização a Edir Macedo por danos morais - Portal Overtube Justiça condena Fábio Pannunzio a pagar indenização a Edir Macedo por danos morais - Portal Overtube

Justiça condena Fábio Pannunzio a pagar indenização a Edir Macedo por danos morais

Fábio Pannunzio, âncora da Band (Foto: Reprodução)

Fábio Pannunzio, âncora da Band (Foto: Reprodução)

O jornalista Fábio Pannunzio ficou conhecido por todo o país por ser um dos âncoras dos telejornais da Band. Embora não esteja mais na emissora, ele segue muito em alta no Twitter e em diversas ocasiões se envolve em fortes polêmicas, sempre provocadas por posições políticas.

Agora, Pannunzio está envolvido em uma ação com o bispo Edir Macedo, que é famoso por ser o líder da Igreja Universal do Reino de Deus, além de ser o dono da Record, emissora que é totalmente ligada à instituição religiosa.

De acordo com informações divulgadas nesta quinta-feira (19) portal UOL, o jornalista foi condenado pelo Tribunal de Justiça de São Paulo a pagar uma indenização de R$ 20 mil por danos morais a Edir. Ele afirmou que vai recorrer ao STJ (Superior Tribunal de Justiça).

A publicação relembra que o motivo da ação foram alguns comentários feitos pelo jornalista nas redes sociais, além da exibição de alguns vídeos de uma produção exibida em Portugal que denuncia uma rede de raptos da IURD em Lisboa, capital do país.

“Feitas essas considerações e levando em conta a repercussão dos comentários, a condição socioeconômica das partes e a razoabilidade e proporcionalidade da reprimenda, o valor da indenização deve ser fixado em R$20.000,00 para cada autor, quantia suficiente para reparar os abalos sofridos sem ocasionar enriquecimento sem causa”, diz o processo.

Pannunzio comenta caso e faz novas acusações

Quem imagina que a história parou por aí está bastante enganado. Fábio Pannunizio decidiu retornar às redes sociais para revelar que, de fato, foi condenado pelo TJSP a pagar a indenização de R$ 20 mail para Edir Macedo.

“Ganhei na primeira instância, perdi no TJ. Agora vamos ao STJ. Ele processou por divulgar uma série da TVI de Portugal que o acusou de traficar crianças que sua família apresentou como netos”, disparou o jornalista ex-Band.

Pannunzio prosseguiu: Mas ele não teve coragem de me processar pelas minhas próprias apurações. Eu o acusei de ter fraudado o registro de nascimento de seu ‘filho’ adotivo”, disse ele, que colocou o link de uma matéria escrita por ele próprio.

“Desafio esse empresário da fé dos incautos a me processar por isto. Quero ter a oportunidade de provar judicialmente o que venho afirmando – que ele não passa de um pusilânime dissimulado para quem não há limite legal nem moral. Por favor, me processe de novo, Edir Macedo”, provocou.

Veja as publicações:

Top