Luciana Gimenez chora e detona Leo Dias após ter vida pessoal exposta

Luciana Gimenez detonou Leo Dias e chorou nas redes sociais (Imagem: Reprodução/Instagram-SBT)

Luciana Gimenez detonou Leo Dias e chorou nas redes sociais (Imagem: Reprodução/Instagram-SBT)

A apresentadora Luciana Gimenez usou as redes sociais para desabafar. No Instagram, ela compartilhou diversos stories em que detona o jornalista Leo Dias, que divulgou uma série de informações pessoais sobre a contratada da RedeTV!.

Em sua colunista no Metrópoles, Dias afirmou que João Alberto Morad, pai de Luciana que faleceu em dezembro de 2020, teria deixado R$ 2 milhões de herança para uma desconhecida.

A famosa teria direito a “apenas R$ 73 mil, além de um título social no Esporte Clube Pinheiros, uma Pajero de 2009 no valor de R$ 35 mil, 50% da empresa agropecuária Tapajós e uma outra conta com R$ 326 mil”.

Em seu desabafo, feito em diversos vídeos, a apresentadora do Superpop chegou a chorar e criticou a exposição de sua vida. “Queria entender o que a morte do meu pai tem de importante pra mídia. Alguns jornalistas usam desgraça alheia pra dar ibope. O que a morte do meu pai importa pras pessoas?”, questionou.

Leia outras notícias de hoje no Portal Overtube:

Nelson Rubens gera climão no SBT e leva bronca pública de Silvio Santos

Gustavo Marsengo diz que recebeu informação externa da produção do BBB 22

Luciana Gimenez critica Leo Dias

“Não tem um tipo de respeito, de ligar pra perguntar, pra falar nada. Queria saber, sr Leo Dias, o que tem a ver a morte do meu pai pra você? Você tem pai? Você se importa com a vida dos outros? Queria saber se você está feliz em falar da minha vida privada, da morte do meu pai”, disparou.

Na sequência, Luciana Gimenez continuou criticando a postura de Leo Dias. “Vocês acham que só porque a pessoa é famosa ela perde total o direito a qualquer tipo de dignidade e privacidade? Pra quem não sabe: meu pai tinha um dinheiro de inventário e as pessoas deixam o dinheiro pra quem elas quiserem!”, prosseguiu.

A famosa explica que ser famosa não significa que ela não tenha sentimentos. “Quem está me ouvindo também tem pai, mãe, e todo mundo sabe que é um momento tão dolorido que a gente não quer dividir com ninguém, não quer ficar reabrindo esse tipo de ferida”, disse Gimenez.

“É o cúmulo, é o final! Essa foi muito baixa. É muito baixo você mexer na vida do pai que morreu, da mãe que morreu. Pelo amor de Deus, vai! Eu não preciso de dinheiro de ninguém, porque eu trabalho honestamente pra ganhar o meu. E meu pai tem direito de fazer o que ele quiser. E o q ele fez é a mim que pertence, aos meus advogados o que ele fez não tem nada a ver com você. Nunca ganhei dinheiro de ninguém. Guardei uma coisa do meu pai: amor, respeito, educação”, finalizou.

Leo Dias se pronunciou

Depois da polêmica, Leo Dias usou as redes sociais para divulgar a seguinte carta aberta:

Nesta quarta-feira (8/6), a coluna LeoDias publicou que o falecido pai de Luciana Gimenez, João Alberto Morad, deixou uma herança de mais de R$ 2 milhões para uma mulher desconhecida pelos familiares, identificada como Carla Leoniuk, enquanto que a apresentadora ficou apenas com R$ 73 mil, além de um título social no Esporte Clube Pinheiros, uma Pajero de 2009 no valor de R$ 35 mil, 50% da empresa agropecuária Tapajós e uma outra conta com R$ 326 mil. Após a repercussão do posicionamento de Gimenez nas redes sociais, a coluna deixa uma carta aberta.

Cara Luciana,

A coluna LeoDias faz questão de afirmar que a nota sobre a herança deixada pelo seu falecido pai não possui qualquer julgamento de valor da decisão. O processo em questão não corria em segredo de Justiça e, portanto, qualquer cidadão poderia ter acesso à informação.

A respeito da relevância da notícia, nós precisaremos discordar de você. A matéria fala de uma das mais conhecidas apresentadoras do país, que está à frente de um programa de variedades e fofocas na RedeTV e é justamente devido a sua notoriedade que a coluna LeoDias, que cobre o mundo das celebridades, decidiu publica-la.

A informação, portanto, não precisaria ser formalmente checada visto que a decisão judicial como já enfatizamos é de acesso público. Nela consta, inclusive, que o processo foi aberto por meio de um pedido seu. A coluna reforça o compromisso com a veracidade em noticiar as informações, o respeito a checagem e o foco nos critérios de noticiabilidade que norteiam esta profissão, como no bom jornalismo.

Top