Luciano Hang diz para Rachel Sheherazade procurar emprego em Cuba - Portal Overtube Luciano Hang diz para Rachel Sheherazade procurar emprego em Cuba - Portal Overtube

Luciano Hang diz para Rachel Sheherazade procurar emprego em Cuba

Luciano Hang, dono das redes de loja Havan

Luciano Hang, dono das redes de loja Havan

A jornalista Rachel Sheherazade foi dispensada do SBT e deixa a emissora de Silvio Santos quando seu contrato chegar ao fim, em outubro. Em entrevista exclusiva ao colunista Leo Dias, do portal Metrópoles, a âncora do SBT Brasil falou sobre o assunto.

Sempre polêmica e famosa por sua sinceridade, ela revelou que Luciano Hang, mais conhecido como “Véio da Havan”, dono das lojas Havan, pediu sua cabeça para o dono da emissora. Esse tema já tinha ganhado as redes em outro momento, mas agora foi confirmado por Rachel.

Em sua conta oficial no Instagram, Hang pediu o fim do que ele chama de “mimimi”, afirmando que com ou sem seus pedidos ela teria deixado o canal. “Chega de mimimi! Sou empresário e tenho a opinião que cada um faz o que quiser dentro da sua empresa. Vira o disco, Rachel!”, pediu.

“Se eu não tivesse postado nada, talvez você já teria saído há muito tempo. Mas, para profissionais competentes, não faltam vagas no mercado. Se você não achar nada no Brasil, pode tentar uma vaga na TV estatal cubana Cubavisión. Que tal?”, concluiu o apoiador de Bolsonaro.

A entrevista com Sheherazade

Durante a conversa com Leo Dias, Rachel Sheherazade disse que as declarações públicas de Luciano Hang fizeram a diferença. “Ele veio a público pedir a minha cabeça. Ele é um dos maiores patrocinadores do SBT e de outras grandes emissoras também. Então, ali eu já sentia alguma coisa”, disse a jornalista.

Questionada se tentou negociar sua permanência no SBT, Rachel afirmou que não. “Não tentei negociar nada. Há cerca de 1 ano eu já sentia que isso iria acontecer. Nós temos um contrato que precisa ser cumprido e ambas as partes estão cumprindo”, disse.

Por fim, ela revelou que está negociando com outras emissoras. “Olha, esse tipo de coisa a gente não pode falar. Mas eu já conversei com várias emissoras, sim. Esse tipo de coisa a gente só fala depois de ter assinado contrato”, afirmou a jornalista.

Top