Marcelo Adnet critica governo de Jair Bolsonaro: "Absolutamente agressivo" - Portal Overtube Marcelo Adnet critica governo de Jair Bolsonaro: "Absolutamente agressivo" - Portal Overtube

Marcelo Adnet critica governo de Jair Bolsonaro: “Absolutamente agressivo”

Marcelo Adnet em entrevista ao apresentador Pedro Bial, em outubro (Reprodução/TV Globo)

Marcelo Adnet em entrevista ao apresentador Pedro Bial, em outubro (Reprodução/TV Globo)

O humorista Marcelo Adnet voltou a fazer críticas ao governo do presidente Jair Bolsonaro. Nesta segunda-feira (23), o ator retornará à programação noturna da Globo e apresentará o especial A Gente Riu Assim, que faz uma retrospectiva do humor da emissora no ano.

Adnet concedeu uma entrevista para o colunista Tony Goes, da Folha de S. Paulo, e relembrou todos os problemas pelos quais passou depois de fazer críticas a Bolsonaro. Após uma polêmica, ele recebeu milhares de críticas.

“Eu não ligo quando criticam o meu trabalho, mas isso foi longa demais”, diz, falando sobre quando uma gravação em que o presidente parecia xingar uma enfermeira viralizou. Se tratava de uma imitação, e muitas pessoas acharam que o comediante era o responsável. Na ocasião, ele foi compartilhado quase 300 mil vezes.

Marcelo diz que a polêmica foi longe demais e, na ocasião, tomou providências legais, contando com o apoio do jurídico da Globo. Aproveitando o momento, ele falou a respeito do governo e, mais uma vez, teceu críticas.

“Este é um governo absolutamente agressivo, que cria um clima horroroso no país. Tudo que é ligado à ciência e à arte está sendo demonizado. Artistas, cientistas e professores sofrem um bombardeio diário de mentiras, de assassinatos de reputações. O grupo que está no poder quer calar as vozes dissonantes”, diz.

Carlos Vereza ameaça retirar apoio a Jair Bolsonaro

Carlos Vereza no Conversa com Bial (Reprodução/TV Globo)
Carlos Vereza no Conversa com Bial (Reprodução/TV Globo)

O ator e diretor Carlos Vereza, que é um dos poucos artistas que ofereceram apoio a Jair Bolsonaro, ameaçou que retirar o apoio. Ao comentar uma das decisões do governante, Vereza revelou que, dependendo do andamento da polêmica, poderá agir. Leia a matéria completa clicando aqui.

Top