Marcos Mion responde crítica de padre por tênis de luxo

Marcos Mion no Caldeirão (Imagem: Reprodução/TV Globo)

Marcos Mion no Caldeirão (Imagem: Reprodução/TV Globo)

Marcos Mion rebateu a crítica do padre Julio Lancellotti após ter usado um tênis avaliado em mais de 80 mil reais no Caldeirão do último sábado (22). O apresentador revelou como adquire os calçados de luxo e disse ter consciência do seu “lugar de privilégio”.

Na última segunda-feira (24) o Padre Júlio Lancellotti publicou uma notícia sobre o tênis usado por Marcos Mion no Caldeirão. Se trata de um calçado modelo Louis Vuitton x Kanye West Don C Patchwork, que custa mais de dez mil euros. Na conversão atual, o tênis custaria mais de 80 mil reais.

“Causa tristeza tanta desigualdade @marcosmion”, publicou o padre, marcando o apresentador na rede social.

Marcos Mion responde críticas do padre Júlio Lancellotti

O padre Júlio Lancellotti é conhecido por trabalhar com a população marginalizada há mais de 40 anos. Após as críticas, Marcos Mion respondeu o padre.

“Querido, padre Julio, preciso deixar claro que essa notícia quer causar exatamente esse efeito: choque. Eu não paguei e nunca pagaria esse valor em um tênis. Existe um mercado de hipervalorização de tênis, como de qualquer outro produto, mas eu não faço parte dele”, explicou o apresentador.

Em seguida, continuou: “Esses tênis que eu tenho, que atingem esses valores neste mercado paralelo, ou eu ganhei da marca ou comprei na loja, no lançamento, pagando o valor de mercado”.

“Eu tenho 100% de consciência do meu lugar de privilégio e, por isso mesmo, levo como obrigação ajudar ao próximo, como já fiz, por exemplo, doando e também divulgando as suas causas”, prosseguiu o apresentador do Caldeirão.

Logo depois, finalizou: “Aproveito a oportunidade para lembrar que estou sempre à disposição para ajudá-lo em suas grandes causas e reitero a admiração que tenho pelo seu trabalho abençoado”.

Depois, o padre fez uma nova publicação agradecendo Marcos Mion por esclarecer o fato. “Grato e sensibilizado pela resposta . Unidos na luta pelos fracos e descartados”, escreveu.

Paulo Victor
Professor e entusiasta da sétima arte, atua na internet há mais de dez anos produzindo conteúdo sobre séries e cinema, aprecia a dramaturgia para as diferentes telas.
Top