Marcos Pasquim revela decepção com personagem em novela da Globo: "O autor se perdeu" - Portal Overtube Marcos Pasquim revela decepção com personagem em novela da Globo: "O autor se perdeu" - Portal Overtube

Marcos Pasquim revela decepção com personagem em novela da Globo: “O autor se perdeu”

Marino (Marcos Pasquim) em O Tempo Não Para

Marino (Marcos Pasquim) em O Tempo Não Para

O ator Marcos Pasquim já foi conhecido como “o rei’ das novelas da sete da Globo. Ele interpretou importantes papeis e várias produções exibidas na faixa e, em grande parte delas, aparecia ‘descamisado’ e chamava bastante atenção do público.

Atualmente com um ritmo menos acelerado de trabalho em folhetins, Pasquim voltou ao horário no meio do ano passado, quando aconteceu a estreia de O Tempo Não Para. A trama começou sendo bastante elogiada, mas acabou se perdendo com o tempo e não fez bonito em audiência.

E o próprio ator decidiu declarar suas decepções com relação ao personagem que viveu na história. Ele concedeu uma entrevista ao site Notícias da TV e disse que esperava um rumo completamente diferente para o seu papel, terminando frustrado.

Marcos Pasquim conta que Mariano iria duelar com Sabino (Edson Celulari) por Carmen, personagem vivida pela atriz Christiane Torloni. “Só que viajou, voltou e só deu um tchau. Não entendi nada”, diz o artista, nada satisfeito.

“Sabe quando o ator não vai bem e se perde em uma novela? Acontece também com os autores. Em O Tempo Não Para, não foi só comigo, outros colegas sofreram com a perda da função. E aí não tem muito que fazer. O autor se perdeu, e eu confesso que fiquei bem decepcionado”, afirmou ele, se referindo ao novelista Mário Teixeira.

Essa não foi a primeira vez que Pasquim teve problemas desse tipo com um personagem de novela. O mesmo aconteceu em 2015, quando interpretou Carlos Alberto em Babilônia. Seu personagem era gay, mas a trama passou por diversos ajustes logo no início e tudo mudou.

“Rasgaram 80 capítulos, e o meu personagem rodou. Não era mais homossexual e foi ter um romance com o personagem da Camila Pitanga, rivalizando com o Thiago Fragoso. O Bruno Gagliasso, que ia ser um cafetão, virou um vilão assassinado no fim. Foi uma pena. A novela era incrível”, garantiu Pasquim.

Top