Mari Palma abre sua casa e comenta: "Acham que quem trabalha na TV é rico" - Portal Overtube Mari Palma abre sua casa e comenta: "Acham que quem trabalha na TV é rico" - Portal Overtube

Mari Palma abre sua casa e comenta: “Acham que quem trabalha na TV é rico”

A jornalista Mari Palma (Divulgação/Rafael Cusato-Editora Globo)

A jornalista Mari Palma (Divulgação/Rafael Cusato-Editora Globo)

A jornalista Mari Palma começou na televisão apresentando o G1 em 1 Minuto. Mostrando ser bastante competente e carismática, ela ganhou a simpatia dos telespectadores da Globo.

Atualmente trabalhando como uma das repórteres do Mais Você, ela se define como uma pessoa muito tímida. Apesar disso, conta para a revista Quem que seu jeito mais fechado não foi um obstáculo para estrear na TV.

A conversa com a publicação aconteceu diretamente da casa da jornalista, que mostrou sua decoração inspirada em séries e filmes. “Desde criança eu quis trabalhar com comunicação, mas eu sou uma pessoa extremamente tímida. Era muito quieta, ficava trancada no quarto, no meu mundinho”, relembra.

“Eu gostava muito de escrever, pegava uma folha e fingia que estava fazendo uma revista. Eu imitava pessoas que eu via na televisão, eu me imaginava fazendo aquilo. Eu realmente fico desconfortável na frente de pessoas que não conheço”, afirmou Mari Palma.

A profissional começou como estagiária da TV Globo em julho de 2008 e, além de repórter do G1, também foi editora do site do Bem Estar. Depois, foi convidada para participar do projeto do G1 em 1 Minuto, encabeçado por William Bonner.

“Eu fui arrumada quando falaram que ia ser um projeto de vídeo. Coloquei uma camisa social. Cheguei lá e falaram: ‘Não, Mari. Queremos sua camiseta do Foo Fighters’. Fiquei com medo de rejeição, porque o novo assusta o público”, relembrou.

Mari teve medo de a acharem nova e inexperiente. “As pessoas acham que eu entrei na Globo em 2015. Passei muito cabo no chão, de joelhos, já fui muito para a rua, me ferrei muito. Eu construí um caminho para chegar aqui. Ainda tenho muito para conquistar, mas é importante falar que tem um trabalho de anos. Eu tive uma aceitação que até hoje não acredito como foi”.

[maxbutton id=”2″ ]

Carreira e reconhecimento do público

Para a jornalista, o projeto do G1 foi uma de suas maiores conquistas profissionais. “Eu não ligava na pizzaria para fazer pedido, porque não queria falar com pessoas. Entrar ao vivo em rede nacional, dois minutos do dia, na maior emissora do país, falando com quem apresentava o Jornal Nacional, sem TP… Eu nem dormi um dia antes. Deu certo. As pessoas gostaram de mim. Eu achava que ia ser rejeitada”.

E o reconhecimento do público veio rapidamente, inclusive em seu Instagram. De 600 seguidores antes da fama, atualmente ela tem mais de 1,3 milhões de fãs na rede social. “É uma coisa louca. Nunca quis ser uma pessoa famosa, nunca foi o que eu busquei”.

“Sempre quis trabalhar e fazer o que eu amo. Foi um pouco assustador. Quando é uma crítica que não vale a pena ouvir eu deixo para lá. Existe crítica por peso, cabelo. ‘Mari, você engordou tanto’. Sim, engordei, mas ninguém sabe da minha vida pessoal para saber o que rolou. Eu foco na minha família, no meu namorado. Eu pego a força neles para sair de casa”, revela.

Morando sozinha há um ano, na mesma rua dos pais, Mari Palma fez uma reforma para deixar o espaço do seu jeito. Ela tem vários objetos e decorações de várias de suas séries favoritas, como os sucessos Game of Thrones e Friends.

“Melhorei muito de vida, consegui comprar meu apartamento e tenho um carro popular. É minha conquista possível nesse momento. Não dou um passo maior do que a perna. Se Deus quiser no futuro eu vou ter dinheiro para comprar um apartamento para a minha mãe. As pessoas acham que quem trabalha na TV é super-rico”, afirmou.

Atualmente, Mari Palma namora o também jornalista Phelipe Siani, que, assim como ela, é contratado da Globo.

Top