Pedro Figueiredo, repórter da Globo, se declara para o marido no dia dos namorados - Portal Overtube Pedro Figueiredo, repórter da Globo, se declara para o marido no dia dos namorados - Portal Overtube

Pedro Figueiredo, repórter da Globo, se declara para o marido no dia dos namorados

Pedrio Figueiredo fez uma declaração ao marido, Erick Rianelli (Reprodução/Instagram)

Pedrio Figueiredo fez uma declaração ao marido, Erick Rianelli (Reprodução/Instagram)

Embora o dia nos namorados seja comemorado no Brasil apenas em junho, outros países comemoram o Valentine’s Day em fevereiro. O repórter Pedro Figueiredo fez questão de demonstrar seu amor em uma rede social.

O profissional contratado da Globo aproveitou o espaço para fazer uma homenagem ao marido, Erick Rianelli. “Não sou americano, mas qualquer data serve para repetir o quanto sou apaixonado por esse carinha aí. Happy Valentine´s Day!”

Erick e Pedro se conheceram na faculdade e já completaram seis anos juntos. Vale lembrar que Rianelli também é jornalista da emissora carioca. Os dois oficializaram a união em maio do ano passado.

Figueiredo ganhou mais destaque na telinha em duas ocasiões específicas. Primeiro quando cobriu os atentados que aconteceram em Barcelona (Espanha), em agosto de 2017. Depois, uma de suas reportagens virou meme quando ele se surpreendeu com um gato andando de moto.

Bruna Linzmeyer defende a criminalização da homofobia

Bruna Linzmeyer voltou a falar sobre preconceito e liberdade em seu perfil no Instagram. Ela publicou uma foto em que aparece beijando a namorada, Priscila Visman, e defendeu a criminalização da homofobia.

“Quantos acham essa foto desnecessária? Quantos e quantas dizem: ‘Pra quê? Ser lésbica tudo bem, mas ninguém aguenta mais você falando sobre isso. Não precisava’. Quando leio isso, e ainda leio isso aqui, ainda aqui, que é um instagram de uma pessoa publicamente em um relacionamento lésbico, penso como isso me traz notícias de como nossa sociedade está”, disse a atriz de O Sétimo Guardião.

“Então o que não falta, se quisermos mesmo ver, são notícias de jornal falando de violências e homicídios contra pessoas lgbtq só porque essas pessoas são lgbtq. É a dificuldade de conseguir um emprego, de alugar uma casa, só porque você é trans, ou um casal de lésbicas, ou um casal gay. Hoje o supremo tribunal federal vota a criminalização da lgbtqfobia. Torna crime um ato motivado somente por ódio”, finalizou o desabafo.

Bruna e Priscila assumiram o relacionamento ainda em 2017, quando foram fotografadas juntas. Desde então, a atriz está sempre lutando a favor da sua liberdade e de todos aqueles que, como ela, sofrem preconceito.

Top