Porta dos Fundos sofre atentado e Fabio Porchat se pronuncia: "não vão nos calar" - Portal Overtube Porta dos Fundos sofre atentado e Fabio Porchat se pronuncia: "não vão nos calar" - Portal Overtube

Porta dos Fundos sofre atentado e Fabio Porchat se pronuncia: “não vão nos calar”

Cena de A Primeira Tentação de Cristo, filme do Porta dos Fundos para a Netflix (Divulgação/Porta dos Fundos/Netflix)

Cena de A Primeira Tentação de Cristo, filme do Porta dos Fundos para a Netflix (Divulgação/Porta dos Fundos/Netflix)

O Porta dos Fundos foi vítima de um ataque em sua sede nesta terça-feira (24), durante a madrugada. De acordo com uma nota enviada ao Uol, o grupo contou que o atentado aconteceu em torno das 4h da manhã, quando a sede foi atingida por dois coquetéis molotov. Nas redes sociais, Fábio Porchat se pronunciou sobre o atentado.

O Porta dos Fundos se envolveu em uma polêmica entre religiosos e conservadores após o lançamento do especial de natal “A Primeira Tentação de Cristo”, na Netflix. No filme, o espectador se depara com um Jesus Cristo gay – o fato levou até que um abaixo assinado surgisse na internet pedindo para que o filme saísse do ar e a produtora Porta dos Fundos pagasse uma multa por cada assinante do serviço de streaming.

De acordo com a nota oficial emitida pelo Porta dos Fundos, o caso está sendo investigado pela polícia. No momento em que a sede do grupo sofreu o atentado, nenhum integrante estava presente e o incêndio foi cessado pelos seguranças que estavam presentes no local.

Ainda sobre o polêmico filme, uma liminar foi protocolada no Ministério da Justiça pedindo a retirada do especial de natal da Netflix do ar. Contudo, a mesma já foi negada pelo juiz que lembrou que tirar o filme do ar configura “flagrante caso de censura”.

Integrantes se pronunciam sobre atentado ao Porta dos Fundos

Em seu Twitter, Fábio Porchat se pronunciou sobre o atentado sofrido pelo Porta dos Fundos nesta terça-feira (24). “Não vão nos calar! Nunca! É preciso estar atento e forte”, publicou, citando o trecho da música de Caetano Veloso intitulada “Divino Maravilhoso”.

Em entrevista ao El País, Gregório Duvivier também se manifestou sobre o ataque à sede do Porta dos Fundos: “É assustador. Eles não estão sós. É um ódio que tem sido pregado na mídia conservadora e no Congresso”.

Confira a nota do Porta dos Fundos na íntegra:

“Na madrugada do dia 24 de dezembro, véspera de Natal, a sede do Porta dos Fundos foi vítima de um atentado. Foram atirados coquetéis molotov contra nosso edifício. Um dos seguranças conseguiu controlar o princípio de incêndio e não houve feridos apesar da ação ter colocado em risco várias vidas inocentes na empresa e na rua.

O Porta dos Fundos condena qualquer ato de violência e, por isso, já disponibilizou as imagens das câmeras de segurança para as autoridades, para o Secretário de Segurança e espera que os responsáveis pelos ataques sejam encontrados e punidos. Contudo, nossa prioridade, neste momento, é a segurança de toda a equipe que trabalha conosco. Assim que tivermos mais detalhes, voltaremos a nos manifestar.

Mas, por enquanto, adiantamos que seguiremos em frente, mais unidos, mais fortes, mais inspirados e confiantes que o país sobreviverá a essa tormenta de ódio e o amor prevalecerá junto com a liberdade de expressão”.

Paulo Victor
Professor e entusiasta da sétima arte, atua na internet há mais de dez anos produzindo conteúdo sobre séries e cinema, aprecia a dramaturgia para as diferentes telas.
Top