Rachel Sheherazade fala sobre polêmicas e garante: "Nunca apoiei o Bolsonaro" - Portal Overtube Rachel Sheherazade fala sobre polêmicas e garante: "Nunca apoiei o Bolsonaro" - Portal Overtube

Rachel Sheherazade fala sobre polêmicas e garante: “Nunca apoiei o Bolsonaro”

A jornalista Rachel Sheherazade no SBT Brasil (Reprodução)

A jornalista Rachel Sheherazade no SBT Brasil (Reprodução)

A jornalista Rachel Sheherazade é uma das jornalistas mais importantes do SBT atualmente. Há anos ela é a âncora titular do principal telejornal da emissora de Silvio Santos, o SBT Brasil, e apresenta as principais notícias do dia no Brasil e no mundo ao lado de Carlos Nascimento.

O portal UOL divulgou no fim da manhã desta quarta-feira (15) mais uma edição do UOL Entrevista, seu podcast. O apresentador Leo Dias recebeu Sheherazade, que comentou várias polêmicas a respeito de sua passagem pelo canal e fez algumas revelações importantes, incluindo sobre o presidente Jair Bolsonaro.

Rachel relembrou uma das polêmicas mais recentes, quando fez uma crítica a um massacre que aconteceu em um presídio no Pará. “O resultado foi de quase 60 mortos. Chamei a responsabilidade ao Ministério da Justiça e lembrei que armas e drogas não entram em presídios por acaso, precisa ter a conivência de agentes ou diretores penitenciários”.

“Um grupo de agentes penitenciários foi até à emissora onde trabalho me intimidar. Eles entraram e tiveram uma reunião no SBT, além das intimidações que eu vinha sofrendo. Ameaças de morte, por exemplo”, diz ela, que foi processada por diversos agentes pelo Brasil.

Governos Lula, Dilma e Bolsonaro

Em certo momento, Leo Dias questionou, entre os governos Lula, Dilma e Bolsonaro, em qual ela teve sua “cabeça” pedida mais vezes por suas opiniões polêmicas a respeito de política. “Mais vezes eu acho que no governo Dilma”.

“Porém, o tipo de ataque sórdido que sofri desde o último período eleitoral de aliados do atual presidente, é algo incomparável. Nada foi tão baixo, tão mesquinho, tão violento”. Nesse momento, ela se lembra de ter processado Alexandre Frota.

Ela explica que foi acusada de ir a uma reunião na casa de Silvio Santos. “Nunca nem fui na casa de Silvio. Ele disse que recebi um dinheiro pra falar bem de Michel Temer e mal de Jair Bolsonaro. Além disso, me chamou de ‘prostitut* da comunicação'”.

Por fim, foi a vez de Rachel Sheherazade negar seu apoio a Bolsonaro. “As pessoas que votaram em Bolsonaro, tinham uma ideia errônea a meu respeito de que, por eu ser uma pessoa de centro-direita, direta liberal, eu apoiaria ideias de uma pessoa completamente reacionária”.

“Essa não sou eu, nunca fui. Muita gente me associou a Bolsonaro, até que um pouco antes da campanha saiu uma nota de que eu teria me encontrado com ele para debater qual seria meu lugar na campanha. Não tenho o menor interesse, não sou filiada a nenhum partido. Eu nunca apoiei Bolsonaro”, revelou.

Veja o podcast completo:

Top