Viúva de Gugu Liberato, Rose Miriam decide processar Leão Lobo, do Fofocalizando - Portal Overtube Viúva de Gugu Liberato, Rose Miriam decide processar Leão Lobo, do Fofocalizando - Portal Overtube

Viúva de Gugu Liberato, Rose Miriam decide processar Leão Lobo, do Fofocalizando

O apresentador Leão Lobo (Reprodução/SBT)

O apresentador Leão Lobo (Reprodução/SBT)

A polêmica envolvendo o apresentador Gugu Liberato, morto em novembro do ano passado, e a briga por sua herança continuam ganhando novos desdobramentos. Agora foi a vez de um apresentador de programas de fofocas entrar na história.

De acordo com informações da colunista Fábia Oliveira, do jornal O Dia, Rose Miriam di Matteo, mãe dos filhos de Gugu, entrou com um processo de danos morais contra Leão Lobo, um dos comentaristas do programa Fofocalizando, do SBT.

Segundo a publicação, a ação foi aberta na vara cível da comarca de São Paulo e a petição inicial pede uma indenização de R$ 50 mil por danos morais. O motivo seriam declarações feitas por ele durante as atrações exibidas em 23 e 27 de dezembro de 2019.

Em uma das falas, ele se diz surpreso com a o fato de Rose ter entrado na Justiça para ser reconhecida como herdeira. “Conheci muito bem a família toda e conheço muito bem a Rose Miriam, quer dizer, achava que conhecia. Isso é que está me surpreendendo”, diz.

Rose Miriam x Leão Lobo

“Porque, primeiro ela assinou quando foi lido o testamento, concordando com tudo. Agora volta e vem com essa história que quer uma parte da herança. Primeiro que ela sabia que era assim desde o começo. Então, isso que me incomoda. Por que agora? Ela sabia que ele não deixaria pra ela: eu tenho certeza disso”, afirma com propriedade.

Outra declaração polêmica e que, segundo a ação, seria difamação, foi: “Conheço muito a Rose desde aqui do SBT . Aí depois tive no nascimento do João Augusto, estive com ela várias vezes. Não entendo isso, porque ela assinou o laudo concordando com o testamento, né. Então, porque depois vir reivindicar, né. Eu tô realmente chocado”.

“O direito de liberdade de imprensa e de expressão foi excessivo nos julgamentos de Leão e proclamou uma realidade não existente, colocando em dúvida a dignidade e o bom nome de Rose Miriam”, diz o documento, que ainda afirma que Leão Lobo fez afirmações baseadas em sua própria convicção, sem qualquer fundamento.

Top