Morre Maria Isabel de Lizandra, atriz de Vale Tudo e outras novelas antigas - Portal Overtube Morre Maria Isabel de Lizandra, atriz de Vale Tudo e outras novelas antigas - Portal Overtube

Morre Maria Isabel de Lizandra, atriz de Vale Tudo e outras novelas antigas

Maria Isabel de Lizandra é conhcida por atuar em Vale Tudo e outros sucessos (Reprodução)

Maria Isabel de Lizandra é conhcida por atuar em Vale Tudo e outros sucessos (Reprodução)

A atriz Maria Isabel de Lizandra faleceu na noite desta quinta-feira (14) em São Paulo. Ela é conhecida por vários trabalhos na televisão, como o fenômeno Vale Tudo, um dos maiores sucessos da história da Globo.

De acordo com o colunista Nilson Xavier, a informação foi confirmada por Ana Júlia Magnani, sobrinha da atriz, que tinha 72 anos. Ela deu entrada no Hospital das Clínicas pela manhã com um quadro de pneumonia.

Nascida na capital paulista em 5 de junho de 1946, Maria Isabel estreou na profissão de atriz aos 18 anos em Se o Mar Contasse, de Ivani Ribeiro, ainda na TV Tupi. Ela também atuou no filme Vereda da Salvação, de Anselmo Duarte.

Grande parte de seus trabalhos realizados na década de 1960 foram na extinta TV Excelsior. A atriz viveu grandes personagens daquela época, como Raquel em “As Minas de Prata”, Eulália Terra em “O Tempo e o Vento”, Ruth em “O Terceiro Pecado”, e Rosália em “A Muralha”, entre 1966 e 1969.

O retorno à TV Tupi

A Excelsior encerrou suas atividades em 1970, quando Isabel retornou à TV Tupi e se tornou uma das grandes estrelas do canal. Ela emendou 10 novelas em 10 anos, o que não é pra qualquer um.

Seus trabalhos mais lembrados são a Malu da primeira versão de Mulheres de Areia, Catarina Batista de O Machão – onde viveu par romântico com Antônio Fagundes – e Lúcia de Xeque-Mate. Ela também esteve presente na versão de 1977 de Éramos Seis, quando viveu Isabel, filha de Dona Lola, na ocasião vivida por Nicette Bruno.

No fim desta década, a TV Tupi também acabava, o que fez com que ela se mudasse para a TV Bandeirantes para estrelar Cara a Cara. De 1980 adiante, ela realizou trabalhos na Manchete e na TV Globo.

Ela atuou em sucessos como Tenda dos Milagres, Champagne, Dona Beija, Vale Tudo e Pacto de Sangue. O último trabalho de Maria Isabel na televisão foi em Labirinto, da Globo, em 1998.

*Com informações do colunista Nilson Xavier.

Top