Ágatha de Avenida Brasil, Karol Lannes sofreu gordofobia na Globo - Portal Overtube Ágatha de Avenida Brasil, Karol Lannes sofreu gordofobia na Globo - Portal Overtube

Ágatha de Avenida Brasil, Karol Lannes sofreu gordofobia na Globo

Ana Karolina Lannes, a Ágatha de Avenida Brasil (Foto: Reprodução)

Ana Karolina Lannes, a Ágatha de Avenida Brasil (Foto: Reprodução)

Quem assistiu a novela Avenida Brasil, que fez muito sucesso na Globo em 2012 e na reprise recente do Vale a Pena Ver de Novo, provavelmente se lembra da atriz Ana Karolina Lannes, que viver a personagem Ágatha na trama.

Atualmente aos 20 anos de idade, a famosa usou as redes sociais para fazer uma série de revelações a respeito de sua participação no folhetim de João Emanuel Carneiro. Ela chegou a contar que foi vítima de gordofobia.

De acordo com Karol, um diretor da Globo a teria aconselhado a “emagrecer absurdamente” caso ela quisesse permanecer na carreira artística. Ela ainda garantiu ter sido muito apoiada justamente por Adriana Esteves, que vivia Carminha, mãe de sua personagem.

Veja também:

BBB21: Saiba quando a lista de participantes será divulgada

Aquecimento BBB21: relembre vezes em que o programa virou caso de polícia

Gordofobia

Ana Karolina Lannes relembra que teve um contrato longo com a emissora, mas ele chegou ao fim. “Tive um contrato bem grande com a Rede Globo. Fiz quatro novelas, filmes, participações, e quando esse contrato acabou, não foi renovado”, relembra.

“Um diretor chegou para mim e falou, para o meu pai na verdade, que eu teria que emagrecer absurdamente se eu quisesse fazer outro papel depois da Agatha de Avenida Brasil”.

A atriz, então, não aceito um teste que lhe foi oferecido. “O que aconteceu foi que eu não emagreci absurdamente, e o único teste que me foi oferecido depois de Avenida Brasil foi Malhação, para fazer uma personagem gorda e sofria bullying. Decidi que não é isso que eu quero para minha carreira”, diz.

“Tenho muito sonho de voltar a atuar, mas acho que falta uma representatividade aí, de que mulheres gordas, atrizes gordas não têm que fazer papéis alegóricos, de gordas que sofrem bullying, são rejeitadas, de antes e depois. Você pode ser uma mulher gorda e fazer uma vilã, uma protagonista, uma mocinha, independentemente do seu corpo, porque acho que corpo não define talento”, finalizou.

Top