Com dívidas, Record pede moratória na Justiça por crise financeira em meio ao coronavírus - Portal Overtube Com dívidas, Record pede moratória na Justiça por crise financeira em meio ao coronavírus - Portal Overtube

Com dívidas, Record pede moratória na Justiça por crise financeira em meio ao coronavírus

O logo da Record TV (Reprodução)

O logo da Record TV (Reprodução)

Não é de espantar ninguém que a crise causada pela pandemia do novo coronavírus já esteja afetando diretamente milhares de empresas espalhadas pelo país. Entre esses grupos está a Record, que decidiu entrar com uma moratória de 90 dias em suas dívidas trabalhistas em São Paulo.

De acordo com informações divulgadas pelo colunista Ricardo Feltrin, do portal UOL, o pedido na Justiça foi feito na 1ª Vara do Trabalho da Capital e solicita a suspensão do pagamento de dívidas trabalhistas –tudo sem o pagamento de juros e multas.

Segundo a publicação, o escritório contratado pela emissora da Barra Funda alega que o Covid-19 fez com que o canal perdesse anunciantes, além de contratos de publicidade que foram suspensos. O pedido de moratória foi confirmado pela Record, que garante estar agindo de acordo com a lei.

A empresa enviou uma petição em que revela o nome de nada menos que 249 anunciantes que já cancelaram diversas inserções. Enquanto isso, outros anunciantes renegociam os contratos e devem pedir a redução dos valores e, consequentemente, de veiculação de propagandas.

Dívida com ex-funcionária

Uma das dívidas mais problemáticas seria a de uma ex-funcionária, que há anos ganhou um processo que gira em torno de R$ 2,5 milhões. Nesse momento, a Record ainda lhe deve seis parcelas, cada uma de R$ 100 mil. O advogado da trabalhadora não crê que o pedido será acolhido porque o grupo é proprietário do banco Renner.

“Trata-se de uma das principais instituições financeiras do Rio Grande do Sul e foi condenada solidariamente com a TV Record em vários processos trabalhistas, inclusive neste que ela diz não ter dinheiro para pagar”, afirmou Kiyomori Mori.

Ele diz que não há motivo para deixar de pagar “simples trabalhadores quando boa parte da sua elite de apresentadores ostenta vida nababesca durante a quarentena em redes sociais”. O advogado pediu extratos bancários e balancetes da empresa, além de solicitar que sejam revelados os salários de grandes estrelas como Xuxa e Rodrigo Faro.

Top