Comentarista da ESPN se ausenta para ir ao banheiro, fica preso e não consegue voltar ao vivo - Portal Overtube

Comentarista da ESPN se ausenta para ir ao banheiro, fica preso e não consegue voltar ao vivo

Mário Marra passou por situação inusitada na ESPN (Reprodução)

Mário Marra passou por situação inusitada na ESPN (Reprodução)

Quando se tem vontade de ir ao banheiro, se segurar por muito tempo não é algo fácil. O comentarista Mário Marra, daESPN, passou por uma situação inusitada relacionada a isso nesta quarta-feira (27).

O profissional precisou e se levantou da cadeira do ESPN Bom Dia para ir ao banheiro durante o intervalo. O problema é que ele não conseguiu retornar ao programa depois que ele voltou ao ar, o que chamou a atenção de alguns telespectadores.

Mais tarde, o apresentador Luciano Amaral explicou que Mário pediu ajuda via WhatsApp. “Olha só uma cadeira vazia, fã de esportes. Vocês não acreditam no que aconteceu. Três horas de programa, a gente toma uma aguinha e é natural que dê vontade de ir ao banheiro. O Mário Marra mandou uma mensagem que diz o seguinte: Gente, estou preso no banheiro. Só isso que faltava na minha vida. Caiu a maçaneta”, disse.

Fazendo a diversão dos presentes e do público de casa da ESPN, Luciano colocou no ar os áudios enviados por Marra enquanto estava preso. O momento, é claro, ganhou as redes sociais e muita gente caiu na gargalhada com a inusitada situação.

MAIS TELEVISÃO

Programa da Record News cobra R$ 17 mil para entrevistar médicos

Uma informação divulgada nesta quinta-feira (28) tende a criar polêmica nas redes sociais. O programaSaúde e Você, que é exibido pelaRecord News, cobra um cachê de cerca de R$ 17 mil para entrevistar médicos.

De acordo com o site Notícias da TV, os profissionais pagam por terem interesse na posição de colunistas num período de seis meses. Tal prática não convencional fere, segundo a publicação, a ética jornalística e publicitária, transformando em publicidade algo que deveria ser editorial.

Uma médica, que preferiu não se identificar, conversou com o site e comentou sobre a situação do programa apresentado porDuda Rodrigues. Ela mostrou mensagens que trocou com uma produtora do programa, onde mostrou uma abordagem agressiva.

“É um investimento de marketing. Você participa de seis programas, onde [sic] nós oferecemos cabelo e maquiagem, fazemos a divulgação desse trabalho nas mídias sociais e você ainda passa a ter por seis meses uma coluna no portal de nosso site. Estamos hoje com 204 médicos solicitando uma oportunidade para participar, mas somente estes como você que têm prioridade. Se quiser, solicito os valores de sua especialidade com meu financeiro”, diz a mensagem da produtora.

O pagamento pode ser feito de forma parcelada. A princípio, o profissional recebe um boleto de R$ 2.490,00, que serve como inscrição. Depois, outros seis boletos de mesmo valor devem ser pagos.

VEJA TAMBÉM:REPÓRTER DA RECORD FICA CONSTRANGIDA AO VIVO

Apresentadora defende o programa

O site Notícias da TV conversou com a apresentadora Duda Rodrigues. Ela explica que as negociações são feitas por uma empresa terceirizada, de publicidade. A profissional também garantiu que nem todos os médicos pagam.

“Alguns estão ali porque eu convidei. Outros chegam em um esquema de parceria. É uma publicidade desses médicos. Eles ganham exposição”, alegou.

A assessoria da apresentadora comentou o assunto. “Respeitamos com total clareza as regras estipuladas pelo CRM, órgão que fiscaliza todos os programas que abordam essa editoria e, para finalizar, em nossa existência nunca fomos notificados pelo mesmo. Nos orgulhamos de nossa história, das ações sociais que ajudamos a realizar, também exibidas no programa, e da confiança a nós depositadas por nossos colaboradores, que estão ali para dar informações de prevenções, bem-estar e qualidade de vida ao nosso público”, disse, em nota.

A mesma publicação informa, ainda, que tal prática vai contra uma das regras do Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária). Todos os veículos de comunicação são obrigados a informar aos telespectadores quando o conteúdo editorial que apresentam é, na verdade, publicitário. O programa não faz essa observação.

A Record News foi procurada pelo portal, e condenou tal prática. “Este programa é uma produção independente e o conteúdo por obrigação contratual não está sob a responsabilidade da emissora. Mesmo assim, a Record News vai apurar os fatos porque não aceita qualquer tipo de comercialização de entrevistas”.


Thiago Freitas
Formado em Marketing, é apaixonado por assuntos relacionados a entretenimento e televisão, no geral. Viciado em redes sociais e conteúdo para a web, acompanha esses tópicos há cerca de 15 anos.
Top