Datena critica Bolsonaro e ataca Dilma ao vivo: "Quebrou o Brasil" - Portal Overtube Datena critica Bolsonaro e ataca Dilma ao vivo: "Quebrou o Brasil" - Portal Overtube

Datena critica Bolsonaro e ataca Dilma ao vivo: “Quebrou o Brasil”

O apresentador José Luiz Datena (Imagem: Reprodução/Band)

O apresentador José Luiz Datena (Imagem: Reprodução/Band)

O apresentador José Luiz Datena voltou a usar o espaço do programa Brasil Urgente, da Band, para criticar o atual governo de Jair Bolsonaro. Antes disso, no entanto, ele atacou a ex-presidente Dilma Rousseff.

“Eu disse pra vocês e confirmo que esses são os últimos piores anos da economia brasileira, depois da Dilma. A Dilma, sem pandemia, quebrou o Brasil e deixou 14 milhões de pessoas desempregadas, muita gente faminta. A Dilma que foi inventada pelo ex-presidente Lula, não é verdade?”, afirmou.

Em outro ponto, o ministro Paulo Guedes, do governo de Bolsonaro, também foi criticado. “Agora o Bolsonaro com esse Paulo Guedes estão arrebentando Brasil. Com a economia globalizada quebrada a nossa está pior ainda. Se continuar o Paulo Guedes vai de mal a pior”, disparou Datena.

Veja também:

Cátia Fonseca detona Bolsonaro ao vivo na Band após veto: “Fim da picada”

Silvio Santos está com depressão? SBT se manifesta sobre boato

Outras críticas a Bolsonaro

Pré-candidato à presidência nas próximas Eleições, José Luiz Datena já fez outras críticas a Bolsonaro. No fim de agosto, ele falou sobre os ataques ocorridos em Araçatuba, no interior de São Paulo, e reclamou do governo.

“A gente já vive com essa instabilidade política muito grande não pode permitir que esses bandidos tirem a nossa tranquilidade… Se nessa crise que nós enfrentamos no Brasil, onde há ameaça da liberdade, à democracia, com declarações de golpe e coisas”, afirmou.

Em outro ponto, o apresentador diz que o país pode acabar se tornando “ingovernável” no futuro. “Se a gente olha isso, esses ataques terroristas a outros ataques malucos, usar armas que tem por aí, o país vai ficar ingovernável, vai perder completamente a sua governabilidade”, disparou.

Ele ainda pediu que Jair Bolsonaro passe a governar, citando mais uma vez o ministro da Economia. “Eu achava melhor que o presidente começasse a governar, que Paulo Guedes começasse a pensar no povo”, reclamou ele, que encerrou na sequência.

“Que esquecesse campanha política, esquecesse da história de voto e ligar para o povo que está morrendo de fome, de coronavírus, que está com outras doenças, que não tem teto… Se isso a gente alinhar o terror desses ataques, nós estamos completamente perdidos. Não dá pra continuar assim”, finalizou.

Top