Datena fala sobre sair da Band para concorrer à presidência - Portal Overtube Datena fala sobre sair da Band para concorrer à presidência - Portal Overtube

Datena fala sobre sair da Band para concorrer à presidência

O apresentador José Luiz Datena (Imagem: Reprodução/Band)

O apresentador José Luiz Datena (Imagem: Reprodução/Band)

O apresentador José Luiz Datena é pré-candidato à presidência da República nas Eleições do ano que vem. Ainda não se sabe se ele vai realmente concorrer ao cargo, o que gera uma dúvida sobre sua permanência na televisão.

Nos últimos dias, boatos deram conta de que Datena estaria saindo da Band, onde comanda o programa Brasil Urgente, para se aventurar na política. Ele negou as informações durante seu programa na Rádio Bandeirantes.

Ele afirmou que não vai deixar a emissora, mas não garantiu que essa decisão possa ser tomada futuramente. E o apresentador, como de costume, se mostrou irritado com as falsas notícias em seu nome.

Veja também:

Datena faz novo barraco no Brasil Urgente: “Trouxas somos nós”

Repórter da Globo é agredido e ameaçado por homem em Aparecida

Desabafo

“Essa praga do fake news tem que acabar. Tem muita gente que não quer me ver aqui para eu não descer o cacete em todo mundo. Para dizer a verdade, eu não vou sair da Bandeirantes e tenho o convite para sair, se quiser”, reclamou Datena.

Em outro ponto, ele disse que não apenas a Band, mas outras emissoras também gostam de seu trabalho. “Falo o que tenho que falar, não guardo a língua na boca. Quero dizer que é mentira que vou sair da Bandeirante para concorrer a eleição.”, afirmou.

“Mesmo porque, se eu tiver que deixar a TV para concorrer, só em último caso mesmo em cargo executivo. Eu deixaria a TV perto das eleições com qualquer trabalhador brasileiro em prazo regulamentar. Claro que se for concorrer paro 3 meses, se for candidato ao senado, volto e mando o cacete em todo mundo de novo”, continuou.

Ele encerrou na sequência. “Preparem-se aí que vou atropelar vagabundo, bandido, ladrão. Não vou sair da TV agora, só se for necessário para concorrer a presidência, hoje estou candidato a presidência, ou ao governo, ou a senador. Por enquanto, tô candidato a presidente se o União Brasil não me abandonar. Se a política não me deixar de novo, vou sair candidato”, finalizou.

Top