Datena volta a falar sobre sair da Band: "Não posso continuar" - Portal Overtube Datena volta a falar sobre sair da Band: "Não posso continuar" - Portal Overtube

Datena volta a falar sobre sair da Band: “Não posso continuar”

O apresentador José Luiz Datena (Reprodução)

O apresentador José Luiz Datena (Reprodução)

A situação de José Luiz Datena na Band continuam rendendo muitos comentários. O apresentador é pré-candidato à presidência e, caso realmente concorra nas Eleições de 2022, deverá deixar a emissora.

Depois de falar a respeito em seu programa na Rádio Bandeirantes, Datena decidiu voltar ao tema durante o Brasil Urgente, exibido na tarde de quinta-feira (14). Ele conversava com a colega Cátia Fonseca.

Conforme já havia adiantado, ele afirmou que, caso seja candidato oficial à presidência ou ao governo, precisará realmente deixar a televisão. “Eu pensei que ia sair fake news, mas não é não, na verdade, se eu tiver que concorrer a um cargo político”, inciou.

Veja também:

Ivan Moré foi bloqueado por Casagrande após deixar a Globo: “Radical para caramba”

Globo estuda substituto de Tadeu Schmidt nos Cavalinhos do Fantástico

Datena fala com sinceridade

Em outro ponto do bate-papo com seu público, José Luiz Datena afirmou que existem outros dois candidatos no páreo. São eles Luiz Henrique Mandetta, ex-ministro da Saúde, e Rodrigo Pacheco.

“Por enquanto, eu fui lançado o candidato à presidência da república pelo PSL, mas já apareceu dois caras do DEM, o Mandetta e o Pacheco. Então meu partido tem que escolher qual vai ser candidato a presidente”, explicou o comunicador.

Datena ainda explicou que, para ser candidato à presidência, ao governo ou ao senado, precisa ser escolhido pelo partido que “tem muito dinheiro e tempo de TV”. Caso isso realmente aconteça, ele precisará deixar o canal.

“Se eu for candidato a presidente eu não posso continuar na Band, nem como governador. Para o senado, parece que há a condição de você continuar nas duas coisas, mas eu tenho que, legalmente, deixar a televisão três meses antes de ser candidato a qualquer coisa”, finalizou.

Top