Demitida da RedeTV!, Olga Bongiovanni afirma: "Estou procurando emprego" - Portal Overtube Demitida da RedeTV!, Olga Bongiovanni afirma: "Estou procurando emprego" - Portal Overtube

Demitida da RedeTV!, Olga Bongiovanni afirma: “Estou procurando emprego”

Olga Bongiovanni (Divulgação)

Olga Bongiovanni (Divulgação)

Na semana passada, a apresentadora Olga Bongiovanni soube através da imprensa que foi demitida da RedeTV!. A emissora paulista decidiu fazer mudanças na programação para encaixar o Alerta Brasil, novo programa de Sikêra Júnior.

Na segunda-feira, 27 de janeiro, Olga apresentou a última edição de sua atração e se despediu de seu público depois de nove meses desde que retornou ao canal. Agora, depois do susto, ela fala com bom humor a respeito da situação e diz que está buscando um novo trabalho.

Durante uma entrevista exclusiva concedida para o site Notícias da TV, a apresentadora falou sobre o assunto e deu algumas declarações a respeito de sua saída. “Estou procurando emprego. Desculpa, mas tenho que ter bom humor”, disse a famosa.

“Essa última semana por mais difícil que vocês achem que possa ser, não foi. Não minto, não forço, não sou um personagem. Aquilo é Olga de verdade, jogando as pessoas para cima”, disse ela, que vem se conectando bastante com seus fãs através de suas redes sociais.

Sem seu trabalho na televisão, ela decidiu se dar de presente esta semana de férias, em que vai aproveitar para descansar. “Vou dormir mais tarde, acordar cedo, andar no meu condomínio maravilhoso, pegar os passarinhos cantando pela manhã. Vai ser um espetáculo”, garante.

“Eu pago minhas contas”

Olga Bongiovanni, no entanto, explica que, no momento, não tem como procurar um novo emprego. “Correr atrás, telefonema, contato. Já tem muita gente me ligando e dizendo: ‘Você tem que falar com fulano, com beltrano’. Calma. Meu telefone não tem parado. Mas vou ficar quieta até domingo. Na segunda, vou me mexer”.

Na sequência, a apresentadora diz que é uma mulher comum. “Uma brasileira desempregada, que não tem vergonha nenhuma de dizer que está desempregada, que foi demitida e que precisa trabalhar”, diz.

“Quem paga as minhas contas sou eu. Não tenho nenhum provedor. Quem paga minha casa, luz, água e telefone sou eu. Tenho que correr atrás de algo. Não sei o que vai acontecer, em que porta eu vou bater. Mas você pode ter certeza que já estou mirando em alguma porta”, confidenciou.

Por fim, ela explica que tem sido procurada por parceiros para que possa investir no YouTube, plataforma de vídeos em que já tem um canal. “Se eu decidir que vou me dedicar ao canal, tenho que ter produção. Já recebi um monte de propostas: de fazer um canal, de entrevistar pessoas. Tem gente oferecendo espaço e patrocínio”, concluiu.

Top