Deputado do PSOL entra com representação contra Silvio Santos no MP por racismo - Portal Overtube Deputado do PSOL entra com representação contra Silvio Santos no MP por racismo - Portal Overtube

Deputado do PSOL entra com representação contra Silvio Santos no MP por racismo

O apresentador Silvio Santos no SBT (Reprodução)

O apresentador Silvio Santos no SBT (Reprodução)

O apresentador Silvio Santos está envolvido em uma grande polêmica nesta semana, tudo por conta da participação da cantora Jennyfer Oliver em seu programa exibido no SBT no último domingo, dia 8 de dezembro.

De acordo com informações divulgadas pelo portal F5, o deputado estadual Jesus dos Santos, do PSOL, que é integrante da bancada ativista, fez uma representação contra o comunicador por racismo graças ao tratamento recebido por Jennyfer.

Uma gincana com quatro cantoras buscava eleger a melhor a interpretar o hit “Caneta Azul” entre as concorrentes através da votação da plateia, que era composta por 100 pessoas. Oliver recebeu nada menos que 84 dos 100 votos e, claro, saiu vitoriosa.

O problema é que Silvio decidiu mudas as regras de última hora. Depois de anunciá-la como vencedora e lhe pagar o prêmio de R$ 500 reais, ele anunciou que iria escolher a que ele achou mais bonita e melhor na apresentação para premiar com o dobro do valor.

Depois de pedir mais R$ 500 para a produção, ele afirmou que uma outra cantora, que recebeu apenas 5 votos, foi a melhor. Depois de elogiar seu talento e beleza, ele lhe deu mais R$ 500. Enquanto ela saiu do programa com R$ 1.000, a concorrente e vencedora da enquete recebeu metade.

Deputado explica decisão

O deputado explica o motivo da ação contra Silvio Santos. “Quando um apresentador, dono de um canal que é uma concessão pública, ratifica e continua perpetuando piadinhas racistas, isso passa a ser um problema no qual encontramos aparato constitucional para enquadrá-lo. O crime de racismo é bem nítido quando informa que atos racistas de qualquer forma e grau precisam ser contidos”, diz o deputado.

Segundo a publicação, a iniciativa de Jesus aconteceu depois da realização de uma audiência pública na Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo). Outros deputados como Leci Brandão e Luiz Fernando Teixeira também estiveram presentes.

O deputado diz que é inadmissível que uma emissora e seu apresentador se comportem dessa forma. “Partimos do princípio de não tolerar mais que nossas crianças que assistem a esse programa, pessoas com processo de formação, tenham conteúdos que não estão coerentes com os passos que a sociedade deve dar”, diz. O SBT não se pronunciou até o momento.

Top