Dono da CNN Brasil defende tratamento precoce e gera polêmica na redação - Portal Overtube Dono da CNN Brasil defende tratamento precoce e gera polêmica na redação - Portal Overtube

Dono da CNN Brasil defende tratamento precoce e gera polêmica na redação

O logo da CNN Brasil (Reprodução)

O logo da CNN Brasil (Reprodução)

CNN Brasil tem mais uma polêmica para chamar de sua. No final da última semana, Rubens Menin, que é dono do canal, decidiu usar as redes sociais para se posicionar a favor do tratamento precoce contra a Covid-19.

“Mesmo para leigos como eu, parece bastante óbvio, quanto mais cedo começarmos um tratamento médico de qualquer doença, inclusive COVID, melhores serão os resultados. Não entendo a lógica que alguns defendem , em retardar qualquer tratamento. Imagino que as chances serão menores”, afirmou, no Twitter.

Até o momento, autoridades sanitárias afirmam que não existe nenhum remédio comprovadamente seguro e eficaz contra o novo coronavírus. O assunto, que é muito polêmico, se tornou um dos pontos principais da CPI da Covid.

Veja também:

Anitta ataca Bolsonaro e discute com apoiadores na web

Fátima Bernardes surpreende e manda recado ao vivo para Faustão

Polêmica

Mais tarde, Rafael Menin, que é filho de Rubens, compartilhou a opinião de seu pai e revelou que compartilha das mesmas ideias. Também no Twitter, ele reclamou da falta de discussão adequada sobre o tema.

“É uma pena que não se discuta adequadamente este assunto pois o uso de medicamentos correto salva vidas sim! Medicamentos como dexametasona, anticoagulantes, azitromicima, Regeron, Remdesevir e o coquetel monoclonal da Eli Lilly são de suma importância no tratamento”, disse.

Nos bastidores, as declarações feitas por Rubens e Rafal Menin geraram polêmica. De acordo com informações do site NaTelinha, os funcionários da CNN Brasil ficaram apreensivos e as postagens causaram um alvoroço.

Os jornalistas, que se empenham em passar informações verdadeiras para o público, estão com receio de ir contra o pensamento do chefão da empresa. O canal foi procurado para falar a respeito, mas assessoria de imprensa ainda não respondeu ao chamado.

Vejas as postagens abaixo:

Top