Em situação delicada na Globo, Regina Duarte é elogiada na Record: "Mulher íntegra" - Portal Overtube Em situação delicada na Globo, Regina Duarte é elogiada na Record: "Mulher íntegra" - Portal Overtube

Em situação delicada na Globo, Regina Duarte é elogiada na Record: “Mulher íntegra”

A atriz Regina Duarte (Reprodução)

A atriz Regina Duarte (Reprodução)

A situação da atriz Regina Duarte é bem delicada na Globo. Ela foi convidada no fim da semana passada para passar a comandar a Secretaria de Cultura depois que Roberto Alvim foi demitido do cargo pelo presidente Jair Bolsonaro. Até o momento, ela não deu uma resposta final.

No Jornal Nacional, a emissora pediu que William Bonner lesse uma nota em que deixa bem claro que, caso Regina aceite se tornar parte do atual governo, terá que ter seu contrato “suspenso”, já que é uma norma interna do canal não permitir que seus funcionários tenham cargos públicos.

“A atriz Regina Duarte tem contrato vigente com a Globo e sabe que, se optar por assumir cargo público, deve pedir a suspensão de seu vínculo com a empresa como impõe a nossa política interna, de conhecimento de todos os nossos colaboradores”, disse o editorial.

Concorrente elogia

Na Record, no entanto, a mensagem deixada aos telespectadores foi bem diferente. O jornalista Augusto Nunes usou sua coluna no Jornal da Record 24 Horas para afirmar que seria uma boa ideia ter a artista no cargo, “engrossando o bloco de ministros que sabem o que fazem”.

“Nesta quarta-feira (22), Regina avisou que continua noivando com o presidente Jair Bolsonaro. Tomara que o noivado termine em casamento. Todo o brasileiro com mais de cinco neurônios gosta de ver cargos públicos ocupados por quem é do ramo”, disse o comentarista.

Na sequência, ele afirmou que “o país inteiro conhece a estrela que brilha desde os anos 1970 na TV, no teatro e no cinema”. Augusto ainda disse que as pessoas da convivência de Duarte conhecem também “uma mulher íntegra, inteligente e corajosa”.

Por fim, ele citou que a atriz fez campanha contra o ex-presidente Lula nas Eleições em 2002. “O tempo mostrou que o temor demonstrado por Regina Duarte era uma advertência profética”, garantiu o jornalista ao final de sua fala.

Top