Equipe da Record é agredida durante matéria e carro fica quebrado - Portal Overtube Equipe da Record é agredida durante matéria e carro fica quebrado - Portal Overtube

Equipe da Record é agredida durante matéria e carro fica quebrado

O logo da Record TV (Reprodução)

O logo da Record TV (Reprodução)

Uma equipe da Record TV de Santa Catarina foi agredida na cidade de Joinville. O repórter Ronaldo Daros e o cinegrafista Ricardo Alves estavam cobrindo uma confusão que acontecia em um bar local.

De acordo com informações divulgadas pelo portal UOL, um vídeo feito por uma testemunha mostra o momento em que os envolvidos na briga agrediram o repórter, que estava dentro do carro da NDTV, afiliada do canal no estado.

Ainda durante o vídeo, também há o flagrante de um homem que quebra o para-brisa do veículo. A 7ª Delegacia de Polícia Civil de Joinville está tentando identificar os suspeitos e ninguém foi detido até o momento.

Veja também:

Luiz Bacci é detonado nas redes por cobertura da morte de MC Kevin

Direção da Globo se irrita e Domingão do Faustão pode sair do ar antes da hora

Repórter desabafa

Ronaldo Daros contou ao UOL que estava voltando da cobertura de uma outra ocorrência. Quando notaram a confusão no bar, decidiram parar no local para apurar o que aconteceu, mas o repórter foi impedido de filmar.

“Eles começaram a bater no carro. O cinegrafista saiu para pedir para pararem e nesse momento, um dos agressores abriu a porta e começou a me bater. Perdi as contas de quantos socos me deram. Em todo momento eles pediam para apagar o vídeo me ameaçando dizendo ‘vou te matar’. Mas como estava com cinto de segurança, não conseguia fugir para o outro lado do carro. Foi um ato muito covarde”.

Segundo Daros, ele só parou de ser agredido quando afirmou que apagaria o vídeo. Quando pegou o celular, no entanto, um homem pulou no veículo e quebrou o vidro. “Pulou com dos dois pés e o cinegrafista acelera apavorado. Estávamos muito assustados e em pânico”, desabafou.

Top