Fracasso retumbante, Zig Zag Arena sai do ar mais cedo na Globo

Zig Zag Arena deixa a Globo mais cedo (Imagem: Reprodução/Twitter - @tvglobo)

Zig Zag Arena deixa a Globo mais cedo (Imagem: Reprodução/Twitter - @tvglobo)

O programa Zig Zag Arena vai sair da programação da Globo mais cedo do que o planejado. Fracasso retumbante em audiência e em repercussão, o dominical comandado por Fernanda Gentil terá episódios ignorados pela emissora carioca.

A informação foi divulgada nesta quinta-feira (16) pelo site Notícias da TV, que informa que a atração tinha previsão de ficar no ar até o último domingo de janeiro de 2022, dia 30. Ela será encurtada, no entanto, e se despede no dia 23.

Segundo a publicação, o canal tomou a decisão de antecipar a estreia do The Voice+, que dessa vez contará com Fafá de Belém entre os técnicos. Se trata de uma tentativa de recuperar os pontos perdidos. O Zig Zag Arena chegou a perder para o SBT e a para a Record TV em vários momentos.

Veja também:

A Fazenda 13: Sthe confessa ter passado a mão em parte íntima de Dynho

“Novo” Louro José vai ganhar salário gordo no Mais Você; veja quanto

Novidades no The Voice+

O portal Gshow já confirmou que o The Voice+ estreia no dia 30 de janeiro e falou sobre a estreia de Fafá de Belém no programa. Dona de uma carreira de mais de 45 anos, ela estará ao lado de LudmillaDaniel Mumuzinho no reality show.

Em entrevista à publicação, a cantora disse que é fã do formato. “O que mais me encanta no programa é que você ouve a voz e é por ela. Muitas vezes, a aparência e o estilo do candidato podem nos induzir a tomar uma decisão, enquanto o fundamental é a forma como o cantor toca a nossa alma, isso me encanta em todas as versões do The Voice”, disse ela, que revelou ter torcido muito na primeira edição da versão +60.

“O que acho mais bacana é que o programa dá oportunidade para pessoas que já estiveram nos palcos profissionalmente ou que nunca abriram mão da sua alma, do espaço do palco, e dá uma primeira ou segunda chance. Isso é fabuloso, porque, na vida, hoje, os 60 são os novos 30”, disse a artista.

Ela ainda deixou um conselho para os participantes que forem de seu time. “Afinação e emoção. Não existe cantar desafinado. Quem escreveu a música, escreveu todas as notas. Então, observar as notas. Quer fazer uma bossa? Ok. Mas sair do tom, não. Esse é meu critério fundamental. Assim como emoção”, finalizou.

Top