Globo desiste de 'Hebe' e minissérie vira especial na Tela Quente - Portal Overtube Globo desiste de 'Hebe' e minissérie vira especial na Tela Quente - Portal Overtube

Globo desiste de ‘Hebe’ e minissérie vira especial na Tela Quente

Hebe será exibido na Tela Quente (Foto: Divulgação)

Hebe será exibido na Tela Quente (Foto: Divulgação)

Hebe – A Estrela do Brasil, minissérie programada para ir ao ar em janeiro na TV Globo, teve sua exibição cancelada, pelo menos por agora. É o que adiantou nesta quinta-feira (21) o jornalista Maurício Stycer em sua cooluna no Uol. De acordo com a publicação, a emissora abriu mão da minissérie que conta a história da ex-apresentadora do SBT desde a sua infância ao estrelato – confira o trailer.

Para aumentar a oferta de conteúdo do seu serviço de streaming, a TV Globo cedeu a minissérie com exclusividade para o Globoplay, que exibirá na íntegra os 10 episódios produzidos.

Para divulgar o lançamento de “Hebe” no Globoplay, a Globo exibirá na Tela Quente do dia 16 de dezembro um especial com os dois primeiros episódios do seriado na forma de telefilme. Quem quiser acompanhar a continuação da trama deve assinar a plataforma de streaming da emissora.

Os 10 episódios da minissérie “Hebe” chegam ao Globoplay em primeira janela no dia 13 de dezembro. A Globo, no entanto, afirmou que pode vir a exibir o seriado no futuro, porém, não mais em janeiro, como estava programado.

Bilheteria baixa de Hebe pode ter influenciado decisão da Globo

A minissérie Hebe é uma obra derivada do filme homônimo que estreou nos cinemas em setembro. A produção que será exibida no Globoplay conta com as cenas do filme e gravações adicionais que incluem a infância e juventude da apresentadora, que não foi contada nos cinemas.

Contudo, a baixa procura do público pelo filme nos cinemas pode ter influenciado na decisão da Globo de não exibir a minissérie na TV, visto que o mesmo resultado dos cinemas pode se refletir na audiência da televisão.

Nos cinemas, “Hebe – A estrela do Brasil” entrou em cartaz em cerca de 140 salas, mas somente 49 mil telespectadores conferiram o filme na sua semana de lançamento. Em cinco semanas em cartaz, o número de espectadores mal chegou a triplicar – o somatório foi de menos de 113 mil espectadores.

Paulo Victor
Professor e entusiasta da sétima arte, atua na internet há mais de dez anos produzindo conteúdo sobre séries e cinema, aprecia a dramaturgia para as diferentes telas.
Top