Globo surpreende e anuncia a demissão de sete jornalistas veteranos - Portal Overtube Globo surpreende e anuncia a demissão de sete jornalistas veteranos - Portal Overtube

Globo surpreende e anuncia a demissão de sete jornalistas veteranos

A logo da Globo (Imagem: Reprodução)

A logo da Globo (Imagem: Reprodução)

Globo surpreendeu e anunciou nesta terça-feira (1) que grandes e veteranos jornalistas do canal não farão mais parte do quadro de funcionários a partir do ano que vem. Um dos nomes deixou muita gente saudosa.

Se trata de Luís Fernando Silva Pinto, que trabalha como correspondente da emissora em Washington, nos Estados Unidos, desde 1986. Ele fez uma despedida emocionante na GloboNews na noite de ontem.

O anúncio foi feito através de um comunicado (via Notícias da TV) que foi enviado Ali Kamel, diretor-geral de Jornalismo da Globo. As mudanças também incluem pessoas que trabalham por trás das câmeras.

Em São Paulo, por exemplo, Cristina Piasentini, que dirigiu o Jornalismo do canal no estado por 12 anos, deixa o cargo. Ela dará espaço à Ana Escalada, que atualmente é seu braço direito no trabalho.

Veja também:

Palmirinha é internada novamente e está na UTI

Vídeo Show pode voltar à Globo e ser apresentado por Fernanda Gentil

Outras mudanças na Globo

O programa Globo Repórter também sofrerá com mudanças. A veterana Silvia Sayão, que dirigia o programa de reportagens. Meg Cunha, que trabalhava como chefe de Redação da atração, também deixa o cargo.

As demissões não param por aí. Diretora da área de Projetos Especiais, Teresa Cavelleiro também deixou o cargo, assim como Maria Thereza Pinheiro, que internamente era conhecida como “Tererezoca”.

Confira parte do comunicado da Globo:

“Se algo marca a Globo desde a sua fundação é a capacidade de atrair e reter os profissionais de maior talento. As equipes aqui são as melhores hoje como foram ontem e como certamente serão amanhã. Porque os melhores profissionais procuram as melhores empresas, e as melhores empresas procuram os melhores profissionais, uma coisa potencializando a outra.

Basta que a gente se lembre de quem passou por aqui (as pessoas com quem aprendemos), basta olhar para quem está hoje aqui (ensinando e aprendendo), basta olhar para quem acabou de chegar (aprendendo, mas ensinando também, no mínimo com o modo de agir e pensar das novas gerações). É um movimento bonito.

Mas não é nunca fácil quando chega o momento de quem fica se despedir de colegas que se vão depois de uma trajetória tão longa quanto cheia de êxitos. A emoção é grande, sempre.

Nesses momentos, me alegra enfatizar o movimento que mencionei: os que vão aprenderam com os que aqui estavam e ensinaram aos que ficam de tal modo que o jornalismo que praticamos continua sempre de altíssima qualidade. Porque é e continuará a ser sempre fruto da mistura entre os mais e os menos experientes. Parte fundamental do sucesso dos companheiros que saem é ter ajudado a preparar os que ficam.

Como conversado com eles há meses, Maria Thereza Pinheiro, a nossa Terezoca, Teresa Cavalleiro, Cristina Piasentini, Silvia Sayão, Meg Cunha, Marco Rodrigues, o nosso Bodão, e Luiz Fernando Silva Pinto deixam a Globo no dia 31 de dezembro. Até lá, seguem normalmente nos cargos, concluindo projetos muito importantes.”

Ali Kamel ainda publicou textos para cada um deles.

Top